Confrontos em Trípoli causaram 32 mortos

Os combates aconteceram depois de meses de tensões crescentes entre apoiantes de Abdulhamid Dbeibah e Fathi Bashagha, cujas administrações rivais estão a lutar pelo controlo do país.

Bashagha foi nomeado pelo parlamento líbio, com sede no leste do país, no início deste ano. Ele é apoiado pelo poderoso líder militar Khalifa Haftar, cuja tentativa em 2019 de tomar a capital pela força se transformou numa guerra civil que durou um ano.