Congresso e governo fecham acordo sobre Orçamento de 2021, diz ministra

Natália Portinari
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA - O Congresso Nacional e a área econômica do governo chegaram a um entendimento sobre o Orçamento de 2021, segundo a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda. Ela disse ao GLOBO que o "acordo político foi fechado", embora o valor que será cortado para ajustar as contas ainda não esteja definido.

Ao longo deste sábado, houve conversas entre integrantes da equipe econômica, Flávia Arruda, os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e o relator do Orçamento, Márcio Bittar (MDB-AC).

Segundo pessoas que acompanharam a negociação, o Congresso concordou em cortar ao menos R$ 13 bilhões em emendas.

Bittar mandou um ofício nesta semana se comprometendo a cortar R$ 10 bilhões em "emendas de relator", mas a equipe econômica exige um corte de por volta de R$ 18 bilhões. O impasse fez com que as lideranças do Congresso se desentendessem com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A ministra diz que o valor exato ainda dependerá de estudos técnicos e que não se sabe ainda se o corte será feito através de um veto do presidente Jair Bolsonaro ou de um ajuste posterior pelo Congresso. Na próxima semana, os termos do acordo ainda serão melhor definidos.