Conheça cinco jogadores para ficar de olho na Copa São Paulo de Futebol Júnior

Começa nesta segunda-feira (2) a tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior. Mesmo que não vá ter o principal jogador de base da última temporada, já que Endrick, do Palmeiras, já foi vendido para o Real Madrid aos 16 anos e vá começar 2023 com o time profissional, a competição terá diversas promessas dentro de campo. Por isso, o GLOBO selecionou cinco para você, torcedor, ficar de olho e acompanhar de perto.

Bernardo Vallim - Botafogo

Aos 16 anos, Bernardo Vallim é considerado atualmente a maior joia da base do Botafogo. No clube desde 2017, o meia soma convocações para categorias de base da seleção brasileira e foi campeão do Torneio de Montaigu sub-17, disputado na França, em abril. Recentemente, o Bota renovou o contrato do jogador até julho de 2025.

Com bom passe e boa visão de jogo, Bernardo costuma se destacar nas assistências. A "passada longa" e a força física costumam ajudar o meia nas disputas no meio-campo. Pelo destaque em 2022, Bernardo terminou o ano treinando com o elenco principal e foi levado para a excursão do time em Londres, quando o alvinegro enfrentou o Crystal Palace em amistoso. Na ocasião, Bernardo foi bastante elogiado pela cúpula de futebol do clube.

Lorran Lucas - Flamengo

Também com 16 anos, Lorran Lucas tem todos as características do ponta que o futebol mundial está acostumado a ver. Canhoto, gosta de jogar pela direita, embora consiga jogar em qualquer posição do meio-campo pra frente, e tem o drible curto e a forte finalização como os maiores atributos. Por isso, se inspira no holandês Robben.

Além de construir jogadas pelo lado do campo, Lorran também se destaca nas cobranças de falta. O atributo, em falta no futebol brasileiro, pode fazer a diferença na carreira do jogador.

Arthur - Fluminense

Jogador mais jovem a estrear pelo time profissional do Fluminense - na época tinha 16 anos e 8 dias -, Arthur, atualmente com 17, é considerado umas das maiores joias que Xerém já produziu. Prestes a disputar sua segunda Copinha, o meia já está habituado a jogar contra adversários mais velhos. Em 2022, foi frequentemente utilizado no time sub-20 do tricolor e também convocado para a seleção brasileira sub-20, treinada por Ramon Menezes.

É ele, o autor dessa linda assistência para um gol do time sub-20 do Flu no Torneio OPG.

Gb e Rayan - Vasco

Embora Gb, dono de 26 gols na última temporada entre os times sub-17 e sub-20 do Vasco, tenha sido o selecionado, o destaque do Vasco pode ser para a dupla de ataque formada entre o jogador e Rayan. Aos 17 anos - Gb completa 18 no dia 5 de janeiro -, o atacante une algumas das características mais importantes para um jogador da posição: é alto, com 1.90m, o que o ajuda a ir bem dentro da área, mas rápido e habilidoso, o que o possibilita jogar nas pontas. Também é assim o companheiro Rayan.

Com muita rescisória de 80 milhões de euros, Rayan, ambidestro, é um atacante capaz de jogar como centroavante ou ponta. Na última Copinha, com apenas 15 anos, marcou um gol pelo cruz-maltino. Com características parecidas, os dois alternam e trabalham como o arco e a flecha.