Conheça a Copa do Mundo de bexigas, torneio organizado por Piqué que teve Brasil semifinalista e transmissão para meio milhão de torcedores

·2 minuto de leitura

Uma bexiga de festa, um cenário qualquer e duas pessoas se enfrentando. O objetivo é não deixar que o balão toque no chão. Você provavelmente já brincou disso na infância, mas não imaginava que viraria uma Copa do Mundo. Sim, aconteceu, e mais de meio milhão de pessoas assistiram simultaneamente ao evento que virou febre nas redes sociais e teve participação de estrelas como Gerard Piqué, Shakira e Sergio Aguero.

Não se sabe oficialmente como surgiu a ideia, mas a 'Ballon World Cup' foi organizado pela empresa de Piqué em Port Aventura, em Barcelona. Isso explica a sua presença como comentarista e chefe de arbitragem do evento. A transmissão foi feita pelo streamer Ibai Llanos, amigo pessoal do zagueiro e um dos maiores do mundo na plataforma Twitch. A proporção foi tanta que até cotas de patrocínio foram vendidas.

A busca por competidores começou no dia 14 de outubro através do Instagram do torneios. Os participantes enviaram vídeos "competindo" e, se escolhidos, tinham as passagens e hospedagens pagas pelos organizadores. O formato seguia o mata-mata de uma Copa do Mundo: ao todo, 64 nações foram divididas em chaves e as partidas tinham duração de dois minutos dentro de um ambiente que simulava uma sala de estar. Quem fizesse mais pontos, vencia. Em caso de empate, o "balão de ouro" dava a vitória para quem pontuasse primeiro.

O Brasil, representado por Erik Marçal, fez bonito no torneio e chegou até a semifinal. Na primeira fase, eliminou a Venezuela; nas oitavas, bateu a Holanda, nas quartas, superou a Bolívia. Mas esbarrou na Alemanha nas semifinais e acabou eliminado após derrota por 4 a 1. Na disputa de terceiro lugar, foi batido pela Espanha por 6 a 4.

Apesar de ser uma competição, o bom humor marcou toda a transmissão. Por ser um torneio amador e de regras pouco compreensíveis, diversas infrações foram cometidas e viravam motivo de piada entre os apresentadores. Um momento marcante foi quando Piqué foi chamado para fazer o desempate da partida entre Portugal e Bolívia, nas oitavas de final.

— Lá vai, Piqué, reserva de Migueza no Barcelona, ir roubar a Bolívia — brincou Ibai. Os bolivianos acabariam se classificando neste confronto.

Também não houve motivos para oa apresentadores esconderem a sua torcida pela Espanha. Na disputa de terceiro lugar, a vitória sobre o Brasil foi tratada como uma vingança pela final da Copa das Confederações de 2013, partida em que Piqué estava em campo — na ocasião, a seleção brasileira venceu por 3 a 0.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos