Conheça Hervé Renard, técnico que deu nó tático e surpreendeu a Argentina na Copa

Campeão da Copa Africana de Nações pela Zâmbia, em 2012, e pela Costa do Marfim, em 2015. Só esse currículo já chama a atenção. Mas o treinador francês Hervé Renard, de 54 anos, que comanda a Arábia Saudita, pode colocar mais um grande feito na sua carreira. Sua seleção derrotou a Argentina, invicta há 26 jogos, de virada por 2 a 1, em uma das maiores zebras da história das Copas.

Agenda do dia: Veja os jogos de hoje da Copa do Mundo 2022

Veja: Confira tabela de jogos da Copa do Mundo

Embora não seja muito conhecido no futebol francês, já que o ex-zagueiro não teve passagens de sucesso pelos três times que atuou, sendo o Cannes o mais conhecido deles, o treinador chamou a atenção após a partida contra a Argentina, principalmente pela forma em que seu time jogou de igual para igual com uma das seleções favoritas para vencer o Mundial.

Personalidade não faltou para o time saudita. Desde o começo do jogo, quando a Argentina abriu o placar e ainda teve outros três gols anulados, a Arábia Saudita não abriu mão do seu estilo de jogo e não abdicou de atacar. A linha alta de marcação tirou a o clube de Lionel Scaloni de perto do gol, deixou os hermanos impedidos em diversas oportunidades e manteve o placar mínimo no primeiro tempo.

Como jogador, Hervé atuou de 1986 até 1998 dentro do seu país pelas equipes do Cannes, Vallarius e pendurou as chuteiras no SC Draguignan. Era reconhecido pelas suas atuações como defensor e nessa época trabalhou com Arsene Wenger. Foi justamente nesse seu último clube que Renard iniciou a sua trajetória de técnico.

Como treinador, o início da carreira foi rodando por vários clubes da França, Inglaterra, Vietnã e Argélia. E no seu país de nascimento, ele comandou apenas o Sochaux, durante sete meses na temporada 2013/14, e Lille, com só 14 jogos entre as temporadas 2014/15 e 2015/16.

A Arábia Saudita retorna aos gramados do Catar no sábado diante da Polônia, às 10h (de Brasíllia), no Estádio da Cidade da Educação. E encerra a fase de grupos contra o México no dia 30, quarta-feira, às 16h, no Estádio Lusail.