Conheça o relógio de dom João 6º destruído por golpistas no Congresso

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um relógio trazido ao Brasil por dom João 6º em 1808 foi destruído por terroristas durante invasão aos Três Poderes, no Distrito Federal, neste domingo (8).

A peça, considerada rara, foi dada de presente a dom João 6º pela corte de Luís 14, da França. O objeto foi desenhado por André-Charles Boulle e fabricado pelo relojoeiro francês Balthazar Martinot no fim do século 18, poucos anos antes de ser trazido ao Brasil.

A peça estava abrigada no terceiro andar do Palácio do Planalto, onde está localizado o gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), quando o local foi invadido por centenas de golpistas.

Os ponteiros e números do relógio foram arrancados e uma estátua que enfeitava o topo da peça foi arrancada.

"O valor dessa obra é inestimável. O cenário é devastador", disse o senador Randolfe Rodrigues em vídeo publicado no seu perfil do TikTok.

O relógio foi restaurado em 2012, depois de ter sido resgatado de um depósito do governo federal.