Conheça a Praia da Barra de Sucatinga, local em que é gravado o 'No Limite'

·2 minuto de leitura

Desde que estreou, na semana passada, a Praia Brava, nome fictítio dado ao local onde são gravadas as provas do "No limite", tem enchido os olhos dos telespectadores. Na "vida real", são as belezas naturais da Praia da Barra de Sucatinga, no município de Beberibe, a quase 100kg de Fortaleza, no Ceará, que servem de cenário para o reality.

A nova temporada do "No limite" tem servido como uma viagem ao passado, à edição de estreia do programa, lá em 2000. Naquele ano, o reality chamava o local de Praia dos Anjos, mas tanto a primeira versão da atração quanto a atual têm como cenário a mesma locação.

Formada por um vasto campo de dunas, com pouca vegetação, a Praia da Barra de Sucatinga abriga a foz do Rio Sucatinga, que corre paralelamente ao mar. A área também é rica em coqueirais, vegetação rasteira e é uma área de preservação, protegida por uma série de regras que impedem a alteração do ambiente natural, para que sua geologia e sua biodiversidade sejam preservadas. Sua população é formada basicamente por pescadores, que têm na prática a principal atividade econômica e moram em uma vila próxima à praia.

O local fica a 19km de distância da Prefeitura de Beberibe indo pela praia e a 22km acessando pela rodovia. Da capital do estado, Fortaleza, a distância é de 97km.

Além de servir como locação para a primeira e a atual temporada do "No limite", a Praia da Barra de Sucatinga foi cenário de gravações da novela "Tropicaliente", exibida em 1994.

Mais sobre Beberibe

Beberibe é um município do norte do Ceará, conhecido por uma extensa área litorânea e paisagens naturais. Com pouco mais de 53 mil habitantes, o local conta com mais de 54km de praias, com larga faixa de areia, dunas e falésias de areias coloridas.

Sua cobertura vegetal é formada por açudes, manguezais e lagoas.

O Centro de Beberibe está a 79km de Fortaleza. Por isso, o município tem no turismo uma das suas principais atividades econômicas — principalmente por causa das falésias coloridas do Morro Branco e da Praia das Fontes —, além da agricultura e pecuária.