Conheça as regras do 'BBB 23', que estreia na segunda

O "Bog Brother Brasil 23" começa na próxima segunda-feira com diversas novidades para acirrar ainda mais a competição. Para entender as dinâmicas inseridas nesta edição do reality show, preparamos um guia com as regras de cada uma das inovações.

Novidades: 'BBB 23' vai ter 'card do poder' e central de controle; entenda

Formação de duplas

Antes de o jogo começar oficialmente, a audiência já tem a missão para votar no Gshow. Isso porque, na primeira semana, os 22 participantes vão jogar em duplas (um camarote e um pipoca) escolhidas pelo público. Os dois vão fazer as provas juntos, votam juntos no confessionário e, caso virem Líder ou Anjo, também vão escolher suas indicações juntos.

A votação no site do Gshow já está aberta, mas uma dupla, no entanto, está formada. Gabriel e Paula, os dois confinados na Casa de Vidro escolhidos pelo público para se mudar para a casa principal, já formaram o primeiro time.

Estalecas em alta e poder coringa

A moeda do jogo, as estalecas, agora valem mais. Além de serem usadas pelos grupos Vip e Xepa para comprar os mantimentos da semana, elas também podem adquirir vantagens no jogo, o chamado "poder coringa". A ideia funciona como um "card do poder", que pode ser arrematado numa espécie de leilão. Antes das compras, um benefício ou jogada diferente aparece no cardápio, mas apenas um dos confinados pode usufruir dessa mordomia. Dentro do confessionário, cada participante diz quantas estalecas está disposto a pagar para arrematar o "card". Ao final dos lances, todos ficam sabendo do resultado.

Casa sustentável

Os brothers e sisters também tem a obrigação de serem mais sustentáveis nesta edição - e a recompensa é mais estalecas. Eles vão fazer coletiva seletiva e, dependendo da quantidade de lixo entregue, ganham recompenda no dinheiro do universo BBB.

Central de controle

Esta é para o líder da semana. Além de todas as mordomias de sempre, como festa temática, quarto individual e, claro, imunidade e poder indicar um participante para a berlinda, o líder agora vai ter uma "visão privilegiada do jogo", segundo a produção. Vai poder assistir ao que acontece em outros cômodos com áudio, descobrir o total de votos que recebeu até o momento e ter a chance de acordar os concorrentes quando quiser. Tudo isso num número limitado de vezes.

Prêmio

O prêmio desta vez é de R$ 1,5 milhão e, segundo o apresentador Tadeu Schmidt, ele vai aumentar ao longo do jogo. No entanto, ainda é um mistério como isso vai acontecer. Acredita-se que só na segunda-feira, dia da estreia, Tadeu vai revelar as regras de premiação.