Conheça a torcedora-mirim do Flu na foto em meio ao mar de rubro-negros

Marcello Neves
Com apenas sete anos, Laís viralizou nas redes sociais em primeiro jogo no Maracanã e chegou a ser procurada pelo Fluminense, que deseja levá-la ao próximo Fla-Flu


A fotografia é um dos trabalhos mais importantes do jornalismo. O registro dos lances, dos gols, das comemorações... mas, no Fla-Flu deste domingo, no Maracanã, uma foto viralizou: de uma torcedora do Fluminense, sozinha, em meio a um mar de rubro-negros. A parte especial é que a mesma estava sorrindo vendo o clássico. Mas, quem é essa menina?

Laís, de apenas sete anos, foi ao seu primeiro jogo de futebol da sua vida. Ao lado do pai, é a menina que ficou famosa pela fotografia. Ela estava no ombro do avô, Vanderlei Nascimento, de 59, torcedor do Flamengo, que contou ao LANCE! sobre os pedidos da menina de ir ao jogo e o momento em que a levantou para ver melhor a partida.

- Foi na hora que começou o jogo, ela não estava conseguindo ver porque o pessoal levantava. Coloquei ela no ombro e comecei a pular. Ela pedia, ela ia na televisão e gostava das cores. É lindo para as crianças. Isso despertou nela um interesse em ir. Antes, quando ela via as confusões, ficava receosa. Mas quis mostrar para ela que está diminuindo muito. Não vimos nada demais no Maracanã. Só vimos coisas boas - contou Vanderlei.

O pai da menina, Leonardo Bruno, também teve papel importante para levá-la ao estádio e agora está recebendo uma chuva de mensagens após a foto ficar famosa. Por outro ado, Laís ainda fica assustada com tanta gente querendo falar com ela. No trabalho ou até com os coleguinhas de escola, as falas são sempre as mesmas.

- Está uma repercussão muito grande, todo mundo ligando, todo mundo informando. Falando para ligar a televisão para ver, uma divulgação espetacular. Ela (Laís) está meio assustada porque muita gente está ligando, coleguinha toda hora pede pra falar com ela. Não está acostumada. Ela não está entendendo o que está acontecendo. Normal.

Apesar da influência do pai e do avô, Lais não é a única torcedora do Fluminense na família. Sua avó teve papel fundamental para leva-lá para o lado Tricolor, mesmo com a sua mãe sendo vascaína. O próximo passo é continuar indo aos jogos, onde já foi convidada pelo próprio clube para ir ao clássico da próxima quarta-feira, pela semifinal da Taça Rio.

- Nós saímos do Maracanã e ela veio feliz da vida. Na verdade, ela gosta daquela bagunça. Mesmo com a vitória do Flamengo, tem os torcedores do Fluminense também. Na quarta-feira, ela vai ao jogo de novo. O diretor de marketing do Fluminense perguntou se ela quer vir. Vamos de novo. Parece que ela está sendo convidada para entrar no campo com os jogadores.

Por fim, Vanderlei deixou um recado para o próximo clássico. Lembro que a filha não sofreu nenhum tipo de xingamento, provocação ou agressão por estar ali - mesmo cercada de torcedores do Flamengo e pediu por paz nos próximos clássicos.

- As pessoas deviam ter outra imagem do Maracanã, do futebol em si. Pessoas ruins tem em todo lugar. Mas, vamos no estadio como foi ontem, não houve nada. Queria pedir para as pessoas passarem a se divertir, cada vez mais visualizar um Maracanã cheio.

Mais no Yahoo Esportes:

Título do Paulistão pode valer até R$ 29 milhões
Ferroviária perdeu a chance de complicar bastante o Corinthians
Situação palmeirense elege líder de órgão que era 'pedra no sapato' da Crefisa
Itália é nova prova de que futebol feminino pode atrair multidões