Conheça as vítimas do ataque a tiros no Dia da Independência nos EUA

Subiu para sete o número de mortos em um ataque a tiros em Highland Park, subúrbio de Chicago, na segunda-feira, durante o Desfile do Dia da Independência. Nesta terça, a polícia divulgou o nome de seis vítimas, quase todas nascidas e criadas na cidade, com exceção de um mexicano-americano, que se mudou para Highland Park ainda na década de 1980.

Quem é: Suspeito planejou ataque nos EUA por 'várias' semanas e fugiu vestido de mulher, diz polícia

'Nada pode me parar': Vídeos de suspeito de ataque a tiros nos EUA mostram sinais de violência

Conheça algumas das vítimas:

Nicolas Toledo-Zaragoza, 78 anos - Mexicano, Nicolas chegou ao país na década de 1980 e viveu por muitos anos na cidade. Já aposentado, voltou para o México, mas passava as férias durante o verão com seus filhos e netos em Highland Park.

Em um comunicado, seu neto o descreveu como “um homem engraçado”. “Ele sempre fazia piadas e brincava com seus netos. Passou seus últimos dias nadando, pescando e estando entre a família”.

A família de Nicolas, que é cidadão americano e mexicano, havia chegado ao local onde aconteceria o desfile por volta de meia-noite para garantir que veriam juntos a parada. Outras duas pessoas do grupo também ficaram feridas, mas sem risco de morte, segundo Xochil Toledo, neta de Nicolas.

Stephen Straus, aos 88 anos - Entre os mortos estava Stephen Straus, um consultor financeiro que, aos 88 anos, ainda pegava o trem todos os dias para ir ao trabalho no corretora em Chicago.

Vídeo: Ataque a tiros em Desfile do Dia da Independência dos EUA mata 6 e fere 24 em Illinois; suspeito é preso

'Epidemia' de violência: EUA registraram 309 ataques com ao menos quatro vítimas em 2022

— Era um homem honrado que trabalhou a vida inteira — disse uma sobrinha ao New York Times. —Ele não deveria ter morrido dessa maneira.

Irina e Kevin McCarthy, de 35 e 37 anos - O casal havia levado o filho pequeno, Aiden, para o desfile, de acordo com uma vizinha, Adrienne Rosenblatt. O menino foi encontrado sozinho após o tiroteio.

Jacquelyn Sundheim, 63 anos - Sua amiga Marlena Jayatilake descreveu Jacquelyn Sundheim como um “lindo raio de luz”.

— Toda vez que entrava em minha loja de especiarias me cumprimentava com um sorriso e um abraço. É definitivamente um dia sombrio.

Também morreram Katherine Goldstein, 64 anos, e uma sétima vítima, que ainda não foi identificada. Até agora, nove das 39 pessoas hospitalizadas permanecem no Sistema de Saúde da Universidade NorthShore, de acordo com um porta-voz do hospital. Um menino de 8 anos foi transferido para um hospital infantil. Seu estado é crítico, mas estável.

A família do atirador, Robert E. Crimo III, de 21 anos, vive na cidade há décadas. Seu avô, Robert Crimo, que morreu em 2018, nasceu em Highland Park em 1929, de acordo com seu obituário. Seu pai, Robert Crimo I, dono de uma delicatessen, chegou a concorrer à prefeitura contra a atual prefeita, Nancy Rotering.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos