Conheça Weah, autor do primeiro gol dos Estados Unidos na Copa do Catar

O atacante Timothy “Tim” Weah marcou o primeiro gol dos Estados Unidos da Copa do Catar. O gol do jogador foi marcado contra o País de Gales, em partida válida pelo grupo B. Weah nasceu em Nova York, mas é filho de um liberiano, que ex-jogador de futebol e hoje é presidente do país, George Weah, que também detém uma bola de ouro.

Filho de presidente na Copa: histórias dos Weah, da Libéria e dos EUA se misturam

VEJA: Todos os jogadores da Copa do Mundo

Timothy poderia jogar por França, Jamaica e Libéria (por serem país de residência ou cidadania de seus pais), mas optou pelos Estados Unidos. Ele foi titular em seis dos últimos nove jogos em que esteve disponível. Desde que fez gol em sua estreia, num amistoso de 2018 contra a Bolívia, e se tornou o quarto jogador mais jovem a marcar para os EUA. Weah manteve sua posição na equipe apesar de uma série de contusões. Jogador do Lille, ajudou a equipe a conquistar o título da Ligue 1 no ano passado.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Timothy Weah tem 22 anos e começou sua carreira na base do New York Red Bulls, onde ficou de 2013 a 2014. Em 2015, ele se mudou para a França, foi aceito na base do PSG, onde ficou até 2107, quando foi promovido ao time B. Já na temporada 2018/2019 teve a chance de jogar na equipe principal em cinco jogos. Em seguida, ele foi transferido para o Celtic, por antes de teve uma breve passagem, antes de ser contratado pelo Lille, time que defende desde 2019.

Já Weah (pai), um centroavante rápido e de finalização explosiva — características raras na época —, marcou o fim dos anos 80 e 90, em especial com as camisas de Milan, PSG e Monaco. Pelos três clubes somados, foram 435 jogos e 180 gols marcados. Revolucionou a posição, ganhou dois Campeonatos Italianos e um Francês, mas o auge individual da carreira seria em 1995, com a conquista da Bola de Ouro e do prêmio de melhor do mundo da Fifa, um feito que nunca foi alcançado por qualquer outro jogador africano até hoje.

Você escala: quais os seus 11 titulares do Brasil na Copa do Mundo

Nascido na capital da Libéria, Monróvia, Weah nunca disputou uma Copa do Mundo. Mas se tornou ícone local e investiu na política ao fim da carreira. Depois de um mandato como senador, foi eleito presidente da república em 2017 e desde então vem tentando administrar um país que vive sob as sombras de golpes, guerras civis e desigualdade social. Uma história que começou na colonização promovida pelos americanos, no século XIX.