Conheça a coleção de processos contra o deputado que agrediu Vera Magalhães

Deputado bolsonarista Douglas Garcia (PL-SP) agride jornalista Vera Magalhães durante debate em SP - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Deputado bolsonarista Douglas Garcia (PL-SP) agride jornalista Vera Magalhães durante debate em SP - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Douglas Garcia (Republicamos), deputado que agrediu a jornalista Vera Magalhães após debate, coleciona 7 processos por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Dossiê contra antifascistas, defesa de tortura e ditadura militar e discriminação contra transexuais estão na lista dos processos, segundo colunista do portal Metrópoles.

Em 2020, Garcia foi autor do “dossiê contra antifascistas”, onde listou pessoas que se declararam contra o fascismo nas redes sociais. O material continha centenas de dados pessoais de opositores do governo de Jair Bolsonaro (PL). Ele foi condenado a indenizar todas as pessoas citadas.

O deputado bolsonarista também foi acusado de ofender professores que protestavam contra a reforma de Previdência, além declarações contra transexuais.

Em 2019, o deputado disse que "tiraria a tapa" uma transexual que estivesse num banheiro feminino e que pessoas trans são “homens que se acham mulher”. Apesar da contestação pela deputada Érica Malunguinho (PSOL), a Justiça afirmou que Garcia tinha imunidade parlamentar no discurso.

Márcia Lia (PT) e Teonílio Barba (PT) chegaram a abrir representação contra Garcia. O deputado teria feito evento na Alesp em defesa da ditadura militar com apologia à tortura.

Alesp deve notificar Garcia

A jornalista Vera Magalhães foi agredida pelo deputado Douglas Garcia (Republicanos) na saída do debate para governador do estado de São Paulo nesta terça-feira (13), que aconteceu no Memorial da América Latina.

A presidente do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo, a deputada Maria Lucia Amary (PSDB), afirmou que vai autuar e notificar o deputado.

“Como presidente do Conselho de Ética da Assembleia de SP, recebi agora pouco uma representação contra o deputado Douglas Garcia pelas ofensas à jornalista Vera Magalhães, após o debate ao Governo do Estado. Estou imediatamente enviando para a autuação e notificação do deputado”, afirmou a deputada.

Maria Lucia Amary ainda repudiou a atitude do deputado e se solidarizou com a jornalista.