Conheça a história por trás do famoso logo colorido da Apple

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Logo na sede da Apple. (Foto: AP Photo/Steve Castillo)
Logo na sede da Apple. (Foto: AP Photo/Steve Castillo)
  • Apple reativou seu antigo logo colorido na apresentação dos novos iMacs.

  • Computadores agora vêm em paleta colorida.

  • Designer gráfico conta história por trás do logo icônico.

Na semana passada, a Apple anunciou a sua nova linha de computadores de mesa iMac, totalmente redesenhados, com o novo processador M1, e uma surpresa – eles agora vêm em uma paleta colorida, que inclui tonalidades de verde, azul e laranja. A empresa divulgou o produto com um novo vídeo, que, ao final, exibe o clássico logo da maçã colorida, que se tornou uma das maiores referências à Apple.

Leia também:

A história por trás desse logo (que agora voltou em tons um pouco mais escuros que os originais) remete aos anos 1970, quando a Apple ainda estava em seus primeiros estágios – mais especificamente, em 1977. Naquele ano, Steve Jobs e seu time contrataram o designer gráfico Rob Janoff para bolar um logo que seria usado no lançamento do Apple II, um dos primeiros computadores pessoais a serem colocados no mercado.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Janoff explica o seu processo criativo por trás do trabalho: “Foi muito simples, na verdade. Eu apenas comprei um punhado de maças, coloquei elas em uma tigela, e passei uma semana as desenhando para simplificar suas formas”.

As faixas coloridas são uma referência ao monitor colorido do Apple 2, uma grande inovação para a época. As informações são do site Designboom.

Os novos iMacs

Segundo a Apple, o computador precisou ser projetado do zero para acomodar a nova arquitetura M1. Ele agora tem bordas mais estreitas e, de acordo com a empresa, 50% menos volume. Entre as melhorias anunciadas também estão uma câmera frontal mais avançada para garantir chamadas de vídeo com resolução superior e também um novo sistema de áudio.

As máquinas coloridas fazem referência ao clássico Mac colorido de corpo transparente que marcou o retorno de Steve Jobs à empresa nos anos 90, e ajudou a salvar a empresa da falência depois da sua apresentação, em 1998.

Os novos computadores serão lançados em sua versão mais básica por um US$1.299 nos Estados Unidos a partir da segunda metade de maio. Ainda não há informações sobre a comercialização do produto no Brasil.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube