Conheça a inteligência artificial que promete criar vídeo a partir de uma foto

Software criado pela empresa de tecnologia israelense D-ID permite criação de vídeos (Getty Image)
Software criado pela empresa de tecnologia israelense D-ID permite criação de vídeos (Getty Image)
  • O Creative Reality Studio utiliza a inteligência artificial para inserir voz a uma imagem

  • Tecnologia permite a criação de vídeos a partir de imagens e textos

  • Ainda é possível inserir sons próprios na produção

É cada vez mais fácil criar conteúdos falsos na internet que parecem realísticos. Com o avanço da deep fake, é possível montar vídeos que simulam as expressões faciais, falas e movimentos de pessoas apenas com alguns cliques em plataformas específicas.

Um novo software criado pela empresa de tecnologia israelense D-ID é um exemplo disso. O Creative Reality Studio utiliza a inteligência artificial para “inserir” o som falado por alguém através de uma foto colocada no sistema.

Apesar da tecnologia ter sido criada para atender a demandas de treinamento corporativo, educação à distância, comunicação empresarial, vendas e marketing, existe a possibilidade do recurso também ser manejado por pessoas que querem criar vídeos falsos.

Para utilizar o recurso, basta fazer o upload de uma imagem ou usar alguma foto disponibilizada pelo banco da plataforma. Já o som utilizado pode ser digitado pelo usuário ou o áudio gravado e upado. Ao todo, são 119 idiomas presentes.

“Um grande problema para as organizações é a criação de conteúdo educacional. Ler documentos e passar por apresentações pode ser árido e chato. Além disso, eles precisam gastar milhares de dólares para contratar atores e criar vídeos educativos. Portanto, estamos usando nossa IA para criar apresentadores e tutores para reencenar humanos e tornar o conteúdo mais envolvente e eficaz”, explicou Gil Perry, CEO da D-ID, ao TechCrunch.

Para evitar a utilização equivocada da plataforma, a D-ID formulou algumas medidas de segurança, como um filtro que impede a reprodução de xingamentos e palavras racistas.