Conhecida em rituais do início do ano, a romã é aliada para a recuperação do organismo após os exageros das festas

Na próxima sexta-feira, vai ter muita gente comendo e guardando sementes de romã para celebrar Gaspar, Belchior e Baltazar, os três magos celebrados no Dia de Reis. A simpatia, acredita-se, garante dinheiro na carteira o ano inteiro. O que muitos não sabem é que a fruta, nativa do oriente, rende também diversas receitas para dar uma força ao organismo depois das orgias gastronômicas dessa época do ano. A dica, portanto, é aproveitar que a romã está no auge da sua temporada para apostar em sucos, salada e até pudim com o ingrediente que vem sendo festejado por nutricionistas. “Ela é rica em vitaminas C, k, complexo B, além de fibras e flavonoides, que são antioxidante que nos protegem contra os efeitos nocivos dos radicais livres. E ainda ajuda a reduzir inflamações no trato digestivo e, por ser rica em fibras, contribui para o bom funcionamento do intestino. Ótimo para esses dias após exageros”, explica Helena Villela, nutricionista do projeto Emagrecida, que incluiu uma receita leve de lentilhas com romã e aspargos.

Mas nada de passar um dia à base de romã, nem lançar mão de outros recursos muito restritivos e exercícios extenuantes. A indicação para esse período pós-festas é apenas investir em uma alimentação leve. A nutróloga Karla Confessor explica que o organismo sofre uma série de alterações metabólicas nessas ocasiões, já que os órgãos ficam sobrecarregados tentando processar os exageros. O estômago produz mais ácidos, enquanto o pâncreas e o fígado, mais hormônios e enzimas para atuarem na quebra dos alimentos. “O que favorece tudo voltar a funcionar perfeitamente é recorrer a frutas, verduras, legumes, proteínas magras, cereais integrais e gorduras boas para promover o efeito anti-inflamatório. Deve-se manter uma boa ingestão de água, principalmente quando o excesso está atrelado a bebidas. O álcool aumenta a diurese, fazendo com que haja desidratação, por isso líquidos devem ser priorizados”, aconselha a médica.

Nesse cardápio leve para ser adotado, a nutricionista Aimée Madureira, do Spa Maria Bonita, dá a dica de uma versão de overnight de romã para o café da manhã ou lanche da tarde. A receita original de aveia adormecida (daí o nome overnight) virou, em suas mãos, uma combinação de iogurte, chia, coco ralado e sementes da romã, que endurecem por oito horas na geladeira em um pote de vidro. “Para aumentarmos nossa disposição, melhorar a qualidade de vida, funcionamento intestinal, autoestima, estética, libido, entre outros, há uma necessidade de entender que a diferença do remédio para o veneno é a dose. Podemos comer de tudo que quisermos e não tudo”, alerta Aimée: “Passadas as festas, hora de voltar para a rotina saudável!”.

Confira algumas receitas de pratos incríveis feitas com romã