Conhecido fotógrafo de moda, Matthew Brookes denuncia publicamente polícia do Rio de Janeiro por extorsão

·1 min de leitura

Em seu último dia pelo Rio de Janeiro, o fotógrafo inglês Matthew Brookes, badalado no mundo da moda por seus trabalhos na Armani e em outras marcas reconhecidas no mercado, denunciou publicamente a polícia carioca por tê-lo feito alvo de extorsão junto com um amigo. Segundo ele, os agentes exigiam dois mil dólares para que fossem devolvidos passaportes e telefones.

O inglês também relatou que tinha sido roubado enquanto estava na praia, antes do ocorrido com os policiais.

"Fui enganado pela polícia no Rio, e eu e meu amigo fomos forçados a dar a eles 2.000 dólares antes de nos devolverem nossos passaportes e telefones. Eu amo muito o Brasil, mas foi difícil ser roubado na praia e depois ser enganado pela polícia no meu último dia antes de partir... Tudo o que posso dizer para qualquer amigo que for lá é... conheça seus direitos! Obrigado a todos os meus amigos maravilhosos que tornaram este feriado tão memorável", declarou o fotógrafo na legenda da publicação.

A Polícia Militar do Rio foi procurada pela reportagem para esclarecer o caso, mas não se manifestou até o momento da publicação desta matéria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos