Conmebol aumenta premiação da Libertadores e campeão passa a receber 16 milhões de dólares

·1 min de leitura

A Conmebol anunciou nesta segunda-feira uma série de aumentos nas premiações da Libertadores e da Sul-Americana. Agora, o campeão da primeira passa a receber 16 milhões de dólares (91,6 milhões), um aumento de 1 milhão de dólares em relação aos valores de 2021. Já na Sul-Americana, o prêmio ao vencedor passou de 4 para 5 milhões de dólares (28,6 milhões de dólares).

Agora, o vencedor da Libertadores pode chegar às cifras de 25,05 milhões de dólares (cerca de 143,5 milhões de reais), valor da soma entre a nova premiação pelo título com as premiações das demais fases. Na pré-Libertadores, as fases 1, 2 e 3 também receberam aumento. Agora, são 400 mil, 500 mil e 600 mil dólares por partida.

O aumento faz parte de um pacote de incrementos em todas as premiações dos torneios da confederação. São 15,1 milhões de dólares a mais, passando de 229,26 milhões em 2021 para 244,36 milhões em 2022.

Também houve incremento no prêmio da Recopa Sul-Americana e da Libertadores feminina. Na primeira, os valores são de 1,6 milhões de dólares (9,16 milhões de reais) para o vencedor e 800 mil (4,5 milhões) para a equipe derrotada. Entre as mulheres, as campeãs receberão 1,5 milhões de dólares (8,6 milhões de reais). As vice-campeãs, 500 mil.

Em atualização.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos