Conmebol divulga áudio do VAR de Corinthians x Flamengo; árbitro vê 'toque acidental' e 'posição natural' em gol

A Conmebol divulgou o áudio do árbitro de vídeo (VAR) da vitória do Flamengo por 2 a 0 sobre o Corinthians, ontem (02), na NeoQuímica Arena, pela Libertadores. O segundo gol, de Arrascaeta, foi motivo de polêmica, mas de acordo com a nova orientação da Fifa para toque de mão na área, o lance foi legal, conforme decisão de campo do árbitro Patrício Lostau.

Leia: Gol de Arrascaeta foi legal? Entenda como funciona a regra de toque de mão no futebol

Leia mais: O que é potencial construtivo e como ele influencia os projetos de estádio de Flamengo e Vasco

Na jogada, Cantillo tentou afastar na área, a bola desviou em Arrascaeta e se chocou com o braço de João Gomes, que voltava, antes de voltar para o uruguaio chutar com perfeição, no ângulo de Cássio.

O árbitro de vídeo Germán Delfino corroborou com a opinião de Lostau e confirmou o gol após breve conferência. O lance, aos 37 minutos do primeiro tempo, foi o único que gerou polêmica em todo o jogo.

- Está em posição natural e vem de um companheiro. Não vi uma mão marcável. - diz Lostau.

- Para mim, a mão está em posição natural. Faz um movimento natural do corpo. É uma posição natural, o corpo está em um movimento natural. E não é de iminência, porque quem faz o gol é outro jogador - opina o argentino Germán Delfino, responsável pelo VAR.

Mesmo com a unanimidade da arbitragem, os corinthianos reclamaram muito da decisão. A indicação da International Board, de 2021, esclarece a questão ao afirmar que nem todo toque de mão na bola é infração no ataque.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos