Conmebol faz campanha contra a violência visando finais no Uruguai

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Finais da Libertadores e Sul-Americana serão disputadas no Uruguai. Foto: Nathalia Aguilar/POOL/AFP via Getty Images
Finais da Libertadores e Sul-Americana serão disputadas no Uruguai. Foto: Nathalia Aguilar/POOL/AFP via Getty Images

Montevidéu será o centro do futebol sul-americano no fim de novembro. Entre os dias 20 e 27, a capital uruguaia será palco das decisões da Libertadores, entre o atual campeão Palmeiras e o Flamengo, e da Copa Sul-Americana, em que o Athletico vai encarar o Red Bull Bragantino.

Visando esses jogos, a Conmebol, entidade responsável pelo futebol no continente, lançou nesta quinta-feira (5) uma campanha para coibir a violência dentro e fora dos estádios.

Leia também:

"Que as finais únicas sejam uma festa para todos. Vamos curtir com muita emoção e sem violência este maravilhoso esporte. Vamos exaltar o futebol! NÃO à violência!", publicou a confederação nos perfis oficiais da entidade.

No recado dado pela entidade, o destaque fica para o trecho que diz que "o futebol deve sempre transmitir os valores do fair play, da camaradagem e do espírito de superação, onde quer que haja uma bola rolando". Esse é o motivo da campanha que busca acabar com a violência entre torcedores rivais.

Em uma das postagens divulgadas pela campanha, o troféu Libertadores fica atrás de uma foto com torcedores se agredindo. O recado é que enquanto as brigas acontecem, a glória da conquista fica esquecida e os fãs não desfrutam de momentos inesquecíveis.

Preocupação com a final da Libertadores

A grande preocupação se dá por conta do confronto entre Flamengo e Palmeiras que coloca duas torcidas com histórico de rivalidade frente a frente.

Recentemente, áudios divulgados em redes sociais relatam torcedores do Flamengo e do Palmeiras trocando ameaças e até instruindo outros fãs a não levarem crianças devido ao clima hostil.

Vale lembrar que em outra final entre clubes do mesmo país, em 2018, River Plate e Boca Juniors tiveram que disputar a taça na Espanha. Na ocasião, o ônibus do Boca foi apedrejado e jogadores ficaram feridos momentos antes do jogo de ida, no Monumental de Nuñez.

Foi o estopim para que começassem conflitos entre barra bravas e policiais na entrada do estádio, em confusão generalizada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos