Conmebol identifica testes PCR falsos e diz que barrará torcedores na final da Copa América

·2 minuto de leitura

Em comunicado divulgado neste sábado, a Conmebol informou que detectou uma "quantidade considerável" de testes PCRs fraudulentos entre os convidados para a final da Copa América entre Brasil e Argentina. A confederação garante que barrará a entrada desses torcedores para a partida no Maracanã, marcada para as 21h.

Segundo a confederação, houve casos nas tribunas de ambas as equipes e há a possibilidade de "aumento" no controle de acesso ao estádio. A Conmebol recomenda que todos os presentes estejam em porte dos resultados impressos a todo o momento durante a partida.

Mais cedo, a presidente do laboratório "Laborlife", Priscila Amaral, disse ao jornal "Folha de S. Paulo" ter identificado pelo menos 17 testes falsificados com o logo de seu laboratório de torcedores que iriam à partida. Só é permitido o acesso ao Maracanã àqueles que apresentaram teste negativo para a Covid-19.

A partida contará com convidados da Conmebol após liberação da Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS) para a utilização de até 10% da capacidade do estádio. De acordo com o decreto publicação do Diário Oficial, o público sentado deverá obedecer um espaçamento mínimo de dois metros entre cada pessoa ou família.

Na noite da última quinta-feira, 8, o jornal “Olé” havia adiantado que 2.200 ingressos para torcedores serão liberados para cada uma das seleções. Também foi autorizada a venda de 150 ingressos para a área vip do estádio.

Além destes torcedores, cerca de outras 600 pessoas, entre convidados, profissionais da imprensa e funcionários que cuidarão da segurança, estarão no local.

— Temos aí uma excepcionalidade, que é a final da Copa América, mas ela passa a ser um evento-teste para a gente. Com muito controle e muita cautela. Já há um decreto (preparado) da SMS liberando eventos na cidade com várias exigências. Resolvi não seguir nisso porque acho que as medidas são muito difíceis de serem cumpridas — afirmou o prefeito Eduardo Paes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos