Conmebol multa Flamengo em R$ 62 mil na Libertadores; Apelidos geram advertência

·1 minuto de leitura

A Conmebol aplicou uma multa e deu uma advertência ao Flamengo por infrações ao manual de clubes na Libertadores. A decisão, anunciada na quarta-feira, rendeu a penalização por infração a três artigos. A advertência se deu pelo caso dos apelidos de Matheuzinho, Vitinho e Gabigol.

A confederação já havia aberto processo disciplinar contra o clube por conta da entrada de um membro da comissão em campo após o sorteio entre os capitães na partida de volta das quartas de final, contra o Olimpia, em Assunção (vitória rubro-negra por 4 a 1), no último dia 11. A entidade julgou que o Flamengo cometeu infrações em três artigos do regulamento: o 5.1.5 e o 5.1.5.1, que regem o protocolo de início de partida, e o 5.1.10, que dita as regras sobre a hidratação dos jogadores. A multa é de 12 mil dólares norte-americanos, cerca de 62 mil reais, na cotação atual.

No caso dos apelidos, o processo disciplinas dava conta de que o rubro-negro teria os estampado de forma não autorizada na camisa dos jogadores, o que teria sido detectado após uma inspeção do delegado da partida, baseado no artigo 5.8.2. O rubro-negro escapou com uma advertência.

A publicação ainda alerta o Flamengo sobre os riscos de reicidência nas infrações. A multa será deduzida diretamente dos direitos de transmissão e patrocínios recebidos pelo clube na competição, informa a Conmebol. Não cabem recursos às decisões.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos