Conselheiro de Segurança Nacional de Trump, Robert O'Brien, está com Covid-19

·2 minuto de leitura

O conselheiro de Segurança Nacional do presidente dos Estados Unidos, Ronald O'Brien, foi contaminado pelo novo coronavírus, mas, segundo comunicado da Casa Branca, não há risco de que o presidente Donald Trump ou de que o vice-presidente Mike Pence tenham sido expostos.

O'Brien estaria fora do seu escritório, que fica na ala oeste da Casa Branca, a alguns passos do Salão Oval e próximo ao escritório do vice-presidente, desde o final da semana passada, segundo fontes do governo.

Leia também

Não foi informado, no entanto, quando ele teve o último contato com Trump, embora O'Brien tenha se juntado ao presidente em uma viagem em 10 de julho à Flórida.

O'Brien viajou para Paris em meados de julho. Não ficou claro se ele foi infectado antes dessa viagem.

O'Brien teria se contaminado após um evento familiar e está isolado em sua casa enquanto ainda coordena as atividades do Conselho de Segurança Nacional, fazendo a maior parte de seu trabalho por telefone, segundo outra fonte.

"Ele tem sintomas leves, tem se auto-isolado e trabalha em um local seguro. Não há risco de exposição ao presidente ou ao vice-presidente. O trabalho do Conselho de Segurança Nacional continua ininterrupto", diz o comunicado.

Na semana passada, os EUA registraram aumento recorde de casos positivos na Califórnia, Missouri, Dakota do Norte e Virgínia Ocidental. No fim de semana, a Flórida ultrapassou o estado de Nova York, epicentro original da pandemia no país, em número total de casos, com quase 424 mil infecções, contra pouco mais de 415 mil entre os nova-iorquinos.

Veja: Obama e Biden criticam atuação de Trump contra a pandemia do coronavírus

A Casa Branca disse que sua equipe é testada regularmente para detectar o vírus, e que O'Brien é o funcionário mais graduado que se contaminou em meio à pandemia.

O’Brien é tabém o funcionário mais próximo de Trump que contraiu o novo coronavírus.

Um militar que trabalha como ajudante de ordens na Casa Branca teve teste positivo para o novo coronavírus em maio, assim como o secretário de Imprensa do vice-presidente Mike Pence.

No início de julho, Kimberly Guilfoyle, ex-âncora da Fox News e namorada do filho mais velho do presidente Trump, também testou positivo para a Covid-19.

Nos EUA, são no total mais de 4,2 milhões de casos do novo coronavírus registrados, com 146.935 mortes, segundo os dados da Universidade Johns Hopkins.