Conselho da Itaúsa aprova andamento da incorporação da XPart pela XP

·1 minuto de leitura
Edifício-sede da XP, em São Paulo (SP)

(.)

(Reuters) - O conselho de administração da Itaúsa aprovou a assinatura de documentos que refletem os principais termos relacionados à incorporação da XPart pela XP, segundo fato relevante nesta sexta-feira.

A XPart é a sociedade resultante da reorganização societária com vistas à segregação da linha de negócio do conglomerado Itaú Unibanco referente à participação no capital da XP.

A Itaúsa ressalta que tal segregação ainda depende de manifestação favorável do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos), bem como da homologação pelo Banco Central do Brasil.

Uma vez implementada, fará com que os acionistas do Itaú tenham direito à participação acionária na XPart na mesma quantidade, espécie e proporção detidas no próprio Itaú.

A incorporação da Xpart pela XP, segundo a Itaúsa, estará sujeita a algumas condições, entre elas, a sua aprovação pelas assembleias gerais da XPart e da XP a serem convocadas por volta da metade do segundo semestre de 2021.

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos