Conselho de Segurança da ONU se reúne sexta para tratar violência na Síria

Foto divulgada pela Agência de Notícias Árabe da Síria (SANA) mostra as forças do governo sírio disparando contra posições de combatentes rebeldes no campo de Maaret al-Numan

O Conselho de Segurança da ONU se reunirá na sexta-feira para tratar o aumento da violência em Idlib, província do noroeste da Síria controlada por jihadistas e outros movimentos rebeldes, disseram diplomatas à AFP.

A reunião, que será celebrada às portas fechadas às 10H00 locais (12H00 de Brasília), foi solicitada pelo Reino Unido e pela França, com o apoio dos Estados Unidos, disseram nesta quinta (2) fontes diplomáticas, que falaram sob a condição do anonimato.

Alguns diplomatas esperam que a sessão sirva para discutir uma nova autorização para o envio transfronteiriço de ajuda humanitária a milhões de sírios afetados pelo conflito neste país.

Atualmente, a ajuda humanitária chega à Síria através de postos fronteiriços designados pelas Nações Unidas sem uma autorização formal do regime de Damasco, um sistema que vai expirar em 10 de janeiro.

Em dezembro, Rússia e China vetaram uma resolução que teria estendido esta entrega de ajuda por mais um ano. Moscou diz que só vai aprovar uma prorrogação de seis meses com apenas dois postos de controle.

Segundo a ONU, cerca de três milhões de pessoas nesta região da Síria se beneficiam da ajuda humanitária.

De acordo com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), ao menos 140.000 crianças foram deslocadas nas últimas três semanas por causa dos combates em Idlib.