Conselho Superior da PGR analisa proposta que reduz poderes de Aras sobre forças-tarefas da Lava-Jato

Aguirre Talento
·1 minuto de leitura
Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo
Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo

BRASÍLIA - O Conselho Superior do Ministério Público Federal, órgão máximo de deliberação da Procuradoria-Geral da República (PGR), analisa uma proposta de resolução que diminuiria os poderes do procurador-geral da República Augusto Aras sobre a criação e prorrogação das forças-tarefas da Lava-Jato. A iniciativa ocorre em meio à relação conflituosa mantida por Aras com as forças-tarefas.

Pela proposta, a criação e prorrogação das forças-tarefas não seria mais atribuição exclusiva do procurador-geral da República e precisaria de análise e autorização do Conselho Superior. Caberia também ao conselho definir a continuidade das atuais forças-tarefas, em vez de ser apenas uma decisão da equipe de Aras.