Consuelo Blocker: "Aos 50 estamos bonitona, estilosa e com muita energia"

Amanda Serra
·2 minuto de leitura

Recentemente, a atriz Claudia Raia, 53, falou sobre a desvalorização que acontece com mulheres com o passar da idade. Mais um sintoma da nossa sociedade patriarcal que se acostumou a objetificar mulheres.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Aos 55 anos, a empresária e influenciadora digital, Consuelo Blocker se tornou uma referência justamente por mostrar que as oportunidades são milhares após os 20, 30 e que beleza está relacionada a um estado de espírito -- por mais clichê que a frase possa parecer --, e que o sexo e prazer não acabam com a chegada da menopausa.

Assista também

Consuelo Blocker fala sobre prazer feminino aos 50: "Conhecer seu corpo e saber o que te atrai"

Consuelo Blocker dá dicas de moda: "Encontre seu estilo e seja fiel a ele"

"A gente tá bacana, bonitona, ainda estilosa, eu tenho um namorado, tenho muita energia, um trabalho interessante, com tudo isso, não faz sentido a gente dizer que a mulher desaparece depois dos 50. Mas uma coisa que senti muito foi que muitas das minhas leitoras não só aos 50, mas aos 40, se sentem menos", conta Constanza na última parte do Yahoo Entrevista.

"Me sinto 37, mas o corpo não é a mesma coisa: joelho dói, a pele um pouco cai, você faz o que pode para ficar bem com essa idade. A menopausa é chatinha. Não sabia que durava tanto, se fosse uma questão de dois três, seis meses, mas vai por anos, você acha que passou e volta um pouquinho. Os calores, um pouco essa coisa de ficar nervosa sem nenhuma razão, libido, demora um pouco para esquentar, mas anda, como caminhão a diesel", conta a filha de Costanza Pascolato, consultora de moda e empresária brasileira, um dos nomes mais influentes na moda mundial.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube