Consumidores do Estado do Rio devem gastar, em média, R$ 143 com presentes do Dia das Mães, indica pesquisa

Extra
·1 minuto de leitura

Os consumidores fluminenses devem gastar, em média, R$ 143,10 com o presente do Dia das Mães, segundo uma pesquisa feita pelo Instituto Fecomércio RJ (IFec RJ). De acordo com a entidade, com isso, o valor gasto deve ficar abaixo dos tíquetes médios estimados em 2020 (R$ 150,48) e em 2019 (R$ 167,26).

Ainda assim, segundo o levantamento, neste ano a data deve movimentar R$ 1,2 bilhão na economia do estado, contra R$ 1 bilhão em 2020 e R$ 1,7 bilhão em 2019. A sondagem foi feita entre os dias 21 e 23 de abril, com 435 consumidores do estado.

Intenção de compra

Entre os que pretendem presentear as mães, o índice chega a 61,8% neste ano. Em 2020, os consumidores estavam mais desanimados: apenas 55,8% pretendiam compras algo. Em 2019, a porcentagem era de 80%.

A pesquisa revela ainda que 38,2% dos consumidores não devem dar presentes às mães neste ano — contra 44,2%, em 2020, e 20%, em 2019. Do total, 57% dos entrevistasdos agora afirmaram que a falta de intenção de compra está relacionada ao agravamento da pandemia.

Outro dado revelvante é que 39,1% devem recorrer às lojas físicas para as compras, 32,1% vão preferir sites, e 28,8% pretendem comprar das duas formas.

Itens preferidos

Entre os presentes preferidos para agradar às mães destacam-se:

- Roupas (31,7%)

- Perfume/cosméticos (30,6%)

-Calça/bolsa ou acessórios (23,1%)

- Cestas de café da manhã (17,2%)

- Flores (11,8%)

- Joias/bijuterias (11,3%)

- Bolos/ chocolates (9,7%)

- Smartphones (5,9%)