As contas de Botafogo e Fluminense para chegar na Sul-americana

Botafogo e Flu correrão por uma vaga na Sul-Americana nas últimas rodadas

Se nesta segunda tricolores e alvinegros se uniram ao vascaínos para torcer pelo time de São Januário na partida contra o Cruzeiro, agora é cada por si. Embora tenham passado boa parte do segundo turno na luta contra o rebaixamento, os clubes chegam ao fim do Brasileiro com a possibilidade de garantir uma vaga na Sul-Americana. Só que, agora que o risco de degola ficou para trás, todos voltam a ser rivais.

Com 42 pontos, Botafogo e Fluminense ainda podem chegar aos 48. Com isso, têm como principais concorrentes o Vasco e o Atlético-MG. Além de um ao outro, claro.

Para os alvinegros, que visitam o Galo na quarta, no Mineirão, a missão é um pouco mais fácil. Não apenas pelo confronto direto. Mas porque já ocupam, hoje, uma das vagas para a Sul-americana. Logo, basta vencer seus dois jogos. Na última rodada, o adversário é o Ceará, no Nilton Santos.

— Temos outra final na quarta-feira — afirmou o técnico do Botafogo Alberto Valentim, resumindo o sentimento em relação ao jogo contra os mineiros.

Em caso de tropeço no Mineirão, o secador terá que entrar em ação. Além de vencer os cearenses, os comandados de Alberto Valentim precisarão torcer para que o Fluminense não vença o Fortaleza, também na quarta, e o Corinthians, no domingo.

Nas Laranjeiras, a missão é mais difícil. Vencer os dois próximos compromissos não é suficiente. Além disso, os tricolores precisam que ao menos duas dessas combinações ocorram: o Vasco não somar mais do que um ponto (contra Bahia, fora, e Chapecoense, em casa), o Atlético-MG não vencer mais nenhum jogo (contra Botafogo e Internacional) e o Alvinegro não ganhar um das duas partidas que terá pela frente (Galo e Ceará).