Continuam protestos no Irão após morte de mulher na prisão

Um motociclo, alegadamente pertencente à força paramilitar Basij, subordinada aos Guardas da Revolução, terá sido incendiado por manifestantes que protestavam no centro de Teerão. A pessoa que fez o upload do vídeo disse ao Eurovision Social Newswire que o condutor terá tentado atacar uma mulher que tirou o lenço da cabeça em protesto contra a morte de uma jovem iraniana que estava sob custódia da polícia dos costumes do Irão.

A morte, na sexta-feira, de Masha Amini, tem originado protestos nos últimos dias. A polícia tem usado gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes e detido centenas de pessoas.