Contra o dever de casa, Pedro Scooby vira meme e aposta para o Ministério da Educação

·2 min de leitura
Surfista deu opinião sobre educação no
Surfista deu opinião sobre educação no "BBB 22" (Foto: Reprodução/Globo)

Pedro Scooby está se destacando com suas conversas no confinamento do "BBB 22". Nesta quarta-feira (19), o surfista virou meme após repetir para várias pessoas que é contra o dever de casa. Ele acha que o método de educação no Brasil e em Portugal é antiquado.

"O cara que criou o dever de casa criou pra punir as crianças e a gente segue achando isso normal", opinou Pedro em conversa com o ator Douglas Silva.

Não demorou muito para internautas repercutirem a opinião do atleta. Alguns disseram que até votariam em Scooby para presidente, outros observaram que deve ser por isso que os filhos são tão apaixonados por ele.

Defendendo sua teoria com unhas e dentes, Pedro falou sobre a Finlândia e citou o documentário "O Invasor Americano". Ele também chegou a repetir a opinião na madrugada desta quinta (20) em conversa com Jessilane, que é professora de Biologia.

Na internet, o público brincou que o surfista está focado em conquistar uma vaga no Ministério da Educação.

Pai de Bem, Dom e Liz, Scooby já havia abordado o assunto em suas redes sociais antes de entrar no "BBB 22". Em novembro, ele desabafou sobre a dificuldade de ajudar os filhos a fazer lição de casa.

"Quem foi o ser humano que inventou dever de casa? Dever de casa é muito chato. A criança já fica de segunda a sexta na escola, chega no fim de semana e tem que fazer dever de casa?" disse em um vídeo publico nos Stories.

"No meio da semana já estuda. O Dom e o Bem, por exemplo, estudam das nove da manhã às quatro da tarde. Chegam em casa e têm que fazer dever de casa. Qual vai ser a memória da criança? O que ela fez na infância dela? Estudou? Só? Acho que lugar de estudar é na escola", continuou o atleta.

Em outro momento, também publicado no Instagram, Scooby defendeu a mudança no método de ensino. "A escola tem que mudar, tem que evoluir, tem que preparar a criança para um mundo que é diferente de 20, 30, 50 anos atrás. Tem outras coisas que são tão importantes quanto estudar, que a criança precisa explorar também, como arte, esporte e várias outras", defendeu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos