Contratação de Ronaldinho pelo Flamengo completa dez anos; relembre a passagem do camisa 10

Marcello Neves
·2 minuto de leitura

A contratação de Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo completou dez anos neste domingo. O Rubro-Negro se tornou o centro das atenções após vencer a disputa com Grêmio e Palmeiras e anunciar o camisa 10 como reforço. Mas o que prometia ser uma temporada recheada de títulos, acabou com só um Campeonato Carioca, eliminações frustrantes e uma saída polêmica para o Atlético-MG. Relembre os momentos desta passagem.

Uma multidão foi à Gávea acompanhar a apresentação de Ronaldinho Gaúcho em janeiro de 2011. O craque chegou ao Flamengo depois de dez anos atuando na Europa em clubes como Barcelona e Milan. "Agora eu sou Mengão", foi a frase que ficou marcada.

A estreia de Ronaldinho aconteceu no Engenhão, pela 5ª rodada da Taça Guanabara daquele ano, contra o Nova Iguaçu. O craque teve uma atuação apagada na vitória por 1 a 0, gol de Wanderley.

O primeiro (e único) título de Ronaldinho pelo Flamengo foi o Campeonato Carioca de 2011, na época do ‘Bonde do Mengão Sem Freio’. Ao lado de Thiago Neves, formou uma importante dupla de ataque no Brasil.

Em junho, o Flamengo não engrenou no Campeonato Brasileiro e a torcida começou a pegar no pé de Ronaldinho pelas suas várias aparições na madrugada do Rio de Janeiro. Uma mudança no comportamento chegou a ser prometida por Roberto Assis, empresário e irmão do atleta.

Contra o Santos, na Vila Belmiro, Ronaldinho teve uma atuação de luxo na vitória de 5 a 4 do Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, onde marcou três gols e venceu Neymar, a principal estrela do futebol brasileiro já naquela época.

Em agosto, Ronaldinho foi convocado para a seleção brasileira e retornou após nove meses longe da amarelinha. Sob o comando de Mano Menezes, foi chamado para o amistoso contra Gana, em Londres.

Na reta final do Brasileirão de 2011, o Flamengo goleou o Cruzeiro por 5 a 1 e o América-MG venceu o Corinthians, então líder do torneio, por 2 a 1. Eis que Ronaldinho soltou outra frase marcante após ver o rubro-negro encostar no topo da tabela.

— Eles estão deixando a gente sonhar, e o Flamengo quando chega assim a gente sabe como é — declarou.

O Flamengo acumulou cinco meses de salário atrasado de Ronaldinho e Assis deu um ultimato: se não pagasse até a estreia da Libertadores, ele deixaria o clube. O rubro-negro acabaria sendo eliminado na primeira fase do torneio, o que fechou as portas para Ronaldinho.

O camisa 10 acabou substituído e deixou o campo vaiado em sua última atuação com a camisa rubro-negra. O destino foi o Atlético-MG.