Contratos futuros do carvão metalúrgico despencam com aumento da oferta

·2 min de leitura
Carvão no porto de Lianyungang

Por Min Zhang e Enrico Dela Cruz

PEQUIM/MANILA (Reuters) - Os contratos futuros do carvão metalúrgico da China caíram mais de 9% nesta terça-feira, ampliando as perdas pela terceira sessão consecutiva em meio ao aumento da oferta de carvão e da demanda morna nas usinas de coque.

A produção de carvão do país em outubro saltou 4% em uma comparação anual, para 360 milhões de toneladas, e ainda está crescendo, garantindo o fornecimento estável do material para o período inverno-primavera, disse uma autoridade da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma em entrevista coletiva na terça-feira.

Enquanto isso, a liberação alfandegária para carvão metalúrgico importado pela alfândega de Ganqimaodu, na Mongólia Interior, tem aumentado, de acordo com uma nota da GF Futures.

Os contratos futuros de carvão metalúrgico mais negociados na Bolsa de Commodities de Dalian, para entrega em janeiro, chegaram a despencar 9,4%, para 1.867 iuanes (292,76 dólares) por tonelada, e fecharam com queda de 9%, para 1.874 iuanes, o preço de fechamento mais baixo desde 20 de julho.

Os preços do coque na bolsa de Dalian caíram 4,3%, para 2.685 iuanes por tonelada.

"As usinas siderúrgicas em muitos lugares intensificaram a redução dos preços de compra do coque", escreveram analistas da SinoSteel Futures em uma nota, acrescentando que tanto a oferta quanto a demanda por coque caíram significativamente.

Os futuros do minério de ferro de referência caíram 1,1%, para 541 iuanes por tonelada. O minério de ferro spot 62% para entrega na China subiu 1 dólar, para 91 dólares a tonelada, nesta terça-feira, de acordo com a consultoria SteelHome.

O vergalhão usado na construção na Bolsa de Futuros de Xangai fechou em queda de 1,5%, a 4.128 iuanes por tonelada. As bobinas laminadas a quente recuaram 2,2%, para 4.371 iuanes por tonelada.

Os futuros do aço inoxidável de Xangai subiram 1%, para 17.405 iuanes por tonelada no fechamento.

(Reportagem de Min Zhang em Pequim e Enrico Dela Cruz em Manila)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos