Controladora do TikTok corta centenas de empregos na China, diz jornal

BENGALURU, Índia (Reuters) - A ByteDance, empresa chinesa controladora do aplicativo de vídeo TikTok, demitiu centenas de funcionários de vários departamentos no final de 2022, informou o jornal South China Morning Post, nesta terça-feira.

As demissões foram feitas na unidade Douyin, o app equivalente ao TikTok na China e que tem cerca de 600 milhões de usuários diários, bem como nas operações imobiliárias e de videogames da empresa, publicou o jornal.

Os cortes de vagas representam um pequeno percentual da força de trabalho da ByteDance, afirmou o jornal.

(Por Jyoti Narayan)