Controladoria do Panamá aponta superfaturamento em 5 obras da Odebrecht

Cidade do Panamá, 26 abr (EFE).- A Controladoria Geral do Panamá informou nesta quarta-feira que cinco projetos executados pela Odebrecht e concedidos em 2011, durante o governo do ex-presidente Ricardo Martinelli, tiveram superfaturamento de US$ 318 milhões,

As obras, segundo a Controladoria, "nasceram com sobrepreços desde sua origem no Ministério de Obras Públicas (MOP)" e deveriam ter custado US$ 1,413 bilhão, em vez dos US$ 1,73 bilhão que foram pagos por elas.

Entre os projetos questionados, está o terceiro trecho da orla marítima da capital do país, Cidade do Panamá, a restauração de vários edifícios históricos e a ampliação de três rodovias, disse o órgão fiscalizador em comunicado. EFE