Cooperação 'sem exclusões'

O novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto França, disse nesta terça-feira que buscará fortalecer a "cooperação internacional, sem exclusões", distanciando-se de seu antecessor Ernesto Araújo, que em sua luta contra o "globalismo" estava disposto a transformar o país em um "pária".