Coordenador da Saúde na equipe de transição de Lula diz que vai cobrar Queiroga sobre ações para conter nova onda de Covid-19

O senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou nesta terça-feira que vai cobrar o ministro da Saúde Marcelo Queiroga sobre ações para conter a nova onda de Covid-19. Costa integra a coordenação do grupo da Saúde do governo de transição, que tem uma reunião marcada com Queiroga nesta quarta-feira.

--- O que a gente quer saber é o que o ministério da Saúde está fazendo e planejando neste momento em que é evidente que estamos tendo o início de uma nova onda de Covid-19 --- disse o senador ao chegar ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde ocorrem as reuniões da transição.

Ele também afirmou que irá discutir com o ministro a ampliação da vacinação infantil contra o novo coronavírus.

--- As crianças de até 3 anos não estão sendo vacinadas na sua plenitude, só as que têm comorbidade. As crianças como idade maior não estão recebendo a vacinação com a Coronavac, que é a adequada. Ainda temos uma cobertura vacinal de terceira dose na faixa de 50%. Então, há a necessidade de complementar todas as doses de reforço --- acrescentou ele.

Ex-membro da CPI da Covid no Senado, Costa foi ex-ministro da Saúde no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Quando chegou ao CCBB, ele estava acompanhado do também ex-ministro da Saúde Arthur Chioro, que assim como o senador integra a coordenação do grupo.

Chioro frisou que a condução das políticas de saúde é de responsabilidade do governo Bolsonaro até 31 de dezembro, mas pontuou que a atual gestão já poderia "intensificar a vacinação" e "conscientizar a população" sobre o aumento dos casos de Covid-19.

--- Nós, que participamos do grupo de transição não temos prerrogativa de tomar decisões, mas de identificar pontos sensíveis e medidas necessárias e, na medida do necessário, negociar, articular, providenciar, reivindicar e tomar as atitudes que estiverem ao nosso alcance --- disse ele, que também irá participar da reunião com Queiroga amanhã.

Nesta terça-feira, Costa e Chioro têm uma uma reunião agendada com o presidente em exercício do Tribunal de Contas da União, Bruno Dantas. Na semana passada, Dantas entregou um relatório de fiscalização à equipe da transição sobre o andamento de políticas públicas em diferentes áreas, incluindo saúde.

Segundo Chioro, o objetivo do encontro com o TCU é identificar os "pontos de alerta" nos programas do ministério para a "adoção de de medidas emergenciais nos primeiros quatro meses de 2023".

Nova onda de Covid-19

A última edição do boletim Infogripe, da Fundação Oswaldo Cruz, divulgado no dia 10 de novembro, mostrou crescimento dos casos de Covid-19 em quatro estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas e Rio Grande do Sul. As farmácias do Brasil também chegaram a registar um salto de 465% nos resultados positivos para a doença na primeira semana de novembro, em comparação ao mesmo período de outubro, segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).