Coordenador de curso tenta impedir aluno com camiseta pró-Bolsonaro de fazer juramento em formatura

Professor tenta impedir aluno com camisa de Bolsonaro de fazer juramento - Foto: Reprodução/Facebook

Resumo da notícia

  • Colegas de classe defenderam o orador da turma: “o nosso representante é ele”

  • Professor descreveu a atitude do aluno como “antidemocrática”

Na formatura do curso de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense, realizada na última quarta-feira (21), o coordenador de curso se negou a ouvir o juramento do orador da turma. O motivo: o aluno vestia uma camiseta com a imagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

"Você está na camisa com alguém que representa valores que são contra a Constituição Federal que foi promulgada a partir de 1988 a partir de muitas lutas, assim, duríssimas da sociedade brasileira, são valores que aqui na universidade nós tentamos preservar", afirmou o professor Pedro Heitor Barros Geraldo.

Leia também

Ele questionou se outra pessoa poderia ler o juramento: “Estou pedindo [olhando para outros alunos] a outra pessoa que possa representar os valores, inclusive esteticamente, da inclusão, da igualdade de tratamento, do respeito às diferenças”. Uma das alunas negou, dizendo que o representante escolhido era o rapaz.

Os outros alunos concordaram. Um deles disse que "a gente vive em uma democracia, a gente respeita a sua opinião, o senhor tem de respeitar a nossa também". Outro, ainda, disse que a classe deveria " fazer valer a diferença de pensamento".

Com a negativa da turma, o orador fez o discurso com a camiseta pró-Bolsonaro. Durante o juramento, o coordenador de curso permaneceu sentado. No final, ele insistiu para que outra pessoa lesse o juramento, e uma aluna se prontificou. Procurada, a UFF não comentou o acontecido.