COP será oportunidade de mostrar "Brasil que cuida das florestas", diz ministro do Meio Ambiente

·1 minuto de leitura
Vista aérea da floresta amazônica brasileira

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - A conferência do clima da ONU que começará no fim do mês será uma oportunidade para mostrar o "Brasil real, que cuida das suas florestas", afirmou nesta sexta-feira o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, apesar de o país ter registrado aumento do desmatamento no mês passado.

"O grande desafio é fazer da COP do Clima aquilo que ela pode ser para o Brasil, uma oportunidade de uma nova economia verde, estamos indo para lá articulando com outros países que ela possa ser importante para todos nós", disse Leite sobre a COP26, que começará em 31 de outubro em Glasgow.

"Entendemos ela como uma oportunidade para mostrar sim o Brasil real, que cuida das suas florestas e faz um trabalho de sustentabilidade. Vamos ter um desafio lá de 10 dias de negociações e de apresentar um Brasil real e trazer de volta aí, se possível, acordos em relação principalmente de financiamento de clima e mercado de carbono de uma forma que o mundo vá para uma direção de uma nova economia verde como todos desejam", reforçou.

O Brasil perdeu um protagonismo que tinha em discussões de meio ambiente, após uma série de críticas internacionais de uma atuação leniente do governo Jair Bolsonaro no combate ao desmatamento e de queimadas ilegais principalmente na Amazônia.

Dados preliminares de satélite divulgados nesta sexta-feira mostraram que o desmatamento da floresta amazônica aumentou ligeiramente em setembro em relação ao ano anterior.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos