Governo confirma realização da Copa América sem público em MT, RJ, DF e GO

·2 minuto de leitura
Brasil comemora título da Copa América de 2019

(Reuters) - A Copa América será disputada no Brasil sem a presença de torcedores e terá como sedes Mato Grosso, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiás, disse nesta terça-feira o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos.

"Confirmada a Copa América no Brasil. Venceu a coerência! O Brasil sedia jogos da Libertadores, Sul-Americana, sem falar nos campeonatos estaduais e brasileiro, não poderia virar as costas para um campeonato tradicional como este. As partidas serão em MT, RJ, DF e GO, sem público", afirmou o ministro no Twitter.

Pouco antes, o presidente Jair Bolsonaro havia anunciado que os governadores do Rio de Janeiro, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul --e não Mato Grosso, como tuitou Ramos-- tinham concordado em sediar jogos da Copa América. Bolsonaro disse que serão observados no torneio os mesmos protocolos de segurança sanitária da Copa Libertadores.

A Conmebol anunciou na segunda-feira que a Copa América deste ano, programada para ocorrer de 13 de junho a 10 de julho, seria realizada no Brasil, após a competição ter sido retirada da Argentina, mas o governo brasileiro disse que ainda havia um processo de negociação.

"Como tem um fato novo, que tem a ver com uma paixão nacional, eu informo que fui procurado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) com o anúncio de que a Federação Argentina de Futebol não tinha condições de realizar a Copa América. Respondi então ao presidente da CBF, senhor (Rogério) Caboclo, que em poucas horas eu daria uma resposta para ele porque as decisões que eu tomo eu tenho que ouvir os ministros", disse Bolsonaro durante evento nesta terça-feira.

"Decidimos que, no que dependesse do governo federal, seguindo os mesmos protocolos (da Copa Libertadores), nós estávamos em condição de realizar a Copa América aqui no Brasil. Faltava agora então, via não só CBF, bem como com a colaboração do ministro-chefe da Casa Civil, escolhermos as sedes em comum acordo obviamente com os governadores", acrescentou ele, afirmando que a abertura deve ser em Brasília.

Alguns governos estaduais, como o do Rio Grande do Norte, afirmaram que não tinham condições de sediar partidas por conta da pandemia. O Brasil chegou a 465.199 óbitos por Covid-19 nesta terça-feira, tendo o segundo maior número do mundo, abaixo apenas dos Estados Unidos.

A Copa América, competição de seleções mais importante do continente, seria disputada pela primeira vez em sua história em dois países, Argentina e Colômbia, mas se viu diante uma série de inconvenientes, que colocaram em dúvida sua realização.

A Argentina enfrenta uma segunda onda feroz de infecções e mortes por coronavírus, enquanto a Colômbia --que foi retirada da condição de sede dias atrás-- vive protestos intensos desde o mês passado, sem expectativas de fim, em um impasse para o governo.

(Reportagem de Ricardo Brito, em Brasília)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos