Copa América no Brasil: "Risco desnecessário de ser corrido nesse momento", diz Luana Araújo

·3 minuto de leitura
Doctor Luana Araujo speaks during a meeting of the Parliamentary Inquiry Committee (CPI) to investigate government actions and management during the coronavirus disease (COVID-19) pandemic, at the Federal Senate in Brasilia, Brazil June 2, 2021. REUTERS/Adriano Machado
Luana Araújo depõe à CPI da Covid no Senado nesta quarta-feira (2) (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Luana Araújo avalia que realização da Copa América no Brasil é um risco desnecessário

  • Segundo a médica, evento poderia levar o Brasil novas variantes ou propiciar ambiente para surgimento de novas cepas

  • Para ela, protocolos rígidos amenizam riscos, mas não os anulam

A infectologista Luana Araújo se manifestou contra a realização da Copa América no Brasil. Questionada pelo senador Humberto Costa (PT-PE) durante a CPI da Covid, a médica declarou que é um risco desnecessário para o país. 

"O uso de protocolos rígidos ameniza riscos, mas não os anula. Acho que, quando a gente toma uma decisão como essa, precisa pesar todos os prós e contras desse tipo de situação. Honestamente, da onde eu me sento nesse momento, eu não acho que esse é um momento oportuno para esse tipo de evento", respondeu a média. "Se algum gestor me perguntasse a minha opinião, seria essa. Esse é um risco desnecessário de ser corrido nesse momento."

Leia também

Segundo a médica, o Brasil vive um momento delicado. "Nós sabemos que existem ameaças tanto de admissão de cepas externas quanto do nascimento de variantes dentro do nosso território. É um momento sensível. Considero que essas decisões tem implicações outras, mas, se você me perguntar minha opinião técnica, é essa." 

O Brasil já foi confirmado como sede da Copa América pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pela Conmebol, que organiza a competição. Distrito Federal, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Goiás serão os estados onde os jogos vão acontecer, além de um quinto que ainda não foi anunciado. 

Especialistas ouvidos pelo Yahoo! são unânimes ao dizer que a competição tem potencial para agravar ainda mais a situação da pandemia no Brasil

Sediar a Copa América piora a pandemia?

A resposta dos especialistas é unânime: sim. Médicos e pesquisadores alertam para uma possível piora da pandemia do coronavírus no Brasil com a realização do evento.

De acordo com Gerson Salvador, médico infectologista e especialista em saúde pública, o país vive um momento com “todas as condições para um agravamento da covid-19” devido ao aumento de casos, ocupação de leitos e vacinação lenta.“Um evento internacional deve aumentar esses riscos, lembrando que o Brasil, em relação à covid, não tem uma situação mais confortável que a Argentina – muito pelo contrário. O Brasil tem uma das piores situações do mundo, hoje só a Índia está em uma situação pior que o Brasil nesse momento”, disse.

Professora da Universidade Federal do Espírito Santo e pós-doutora em Epidemiologia pela Universidade Johns Hopkins, Ethel Maciel afirma que o Brasil não tem como receber a Copa América e aponta para o alto número de casos e mortes pela covid-19.

“Bastante preocupante essa situação. O Brasil não tem a condição de segurança epidemiológica de casos e de óbitos para realizar um evento desses”, coloca.

Ethel ainda lembra que o trânsito de pessoas pode representar problemas tanto para os brasileiros quanto para quem passa pelo país.

“Fazendo um evento esportivo, trazendo delegações de outros países pra cá pode representar um problema para nós, brasileiros, por recebermos pessoas de fora, que eventualmente possam trazer vírus e variantes novas, como também é um risco para outros países, porque eventualmente esse atletas que vão jogar aqui podem levar vírus e variantes aqui do nosso país, afinal, com o vírus circulando aqui, nós temos um alto risco de novas variantes também surgirem aqui”, alerta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos