Copa do Brasil: onde assistir a Atlético-MG x Flamengo, Corinthians x Santos e outros jogos; dicas e estatísticas para apostar

Nesta quarta-feira, a partir das 19h (horário de Brasília), começam os jogos de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, marcada por diversos clássicos regionais e grandes duelos de alcance nacional. O GLOBO traz abaixo as principais informações de transmissão, bem como dicas e estatísticas para apostar nos duelos.

Guia: Tudo o que você precisa saber para fazer apostas esportivas on-line

Dicas: 7 erros comuns entre apostadores iniciantes que você deve evitar

ATLÉTICO-GO X GOIÁS - Quarta, 22/6 - 19h

O clássico entre os times de Jorginho e Jair Ventura promete ser um duelo estudado. O Atlético quer fazer valer a vantagem recente, já que o time saiu invicto em 5 dos últimos 6 clássicos. Mas o Goiás ganhou os últimos 5 válidos por competições nacionais, entre Séries A e B. É de se esperar um Dragão forte pelas pontas e nas bolas em profundidade. Mas o time tem problemas ao permitir chances adversárias, especialmente com bolas paradas e pelos lados, o que pode ser um caminho para o Verdão.

FATOS SOBRE A PARTIDA:

Em 6 dos últimos 8 clássicos, houve menos que 3 gols (under 2.5), feito que ocorreu em 8 dos últimos 10 jogos dos esmeraldinos na temporada.

Em 5 dos últimos 7 jogos do Atlético na temporada, ambas as equipes marcaram gols na partida, feito que ocorreu em 4 dos últimos 5 jogos do Goiás.

Nos últimos 10 clássicos, houve 5 cartões ou mais (over 4.5), feito que ocorreu em 4 dos últimos 5 jogos do Atlético e em 5 dos últimos 7 do Goiás.

O Goiás não vence há 4 partidas, tendo sofrido gols nos últimos 5 jogos. Em todos eles, levou o primeiro do jogo.

Em 5 dos últimos 7 jogos do Atlético, o time perdeu na primeira etapa, feito que ocorreu em 4 dos últimos 5 jogos do Goiás.

ÁRBITRO: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP) - Média de cartões no Brasileirão: 6.17 amarelos/jogo; 0.17 vermelhos/jogo

TRANSMISSÃO: SporTV e Premiere

BAHIA X ATHLETICO-PR - Quarta, 22/6 - 19h30

O confronto promete equilíbrio, com a boa fase do tricolor na Série B e a sequência invicta do Furacão na A. O Bahia aposta na força da sua defesa, a terceira melhor da B, e no seu ataque, segundo melhor, primando pela eficiência dentro da área, especialmente nas jogadas em velocidade. Características semelhantes às do Athletico, que também aposta na transição e na eficiência defensiva, como nas roubadas de bolas no campo adversário.

FATOS SOBRE A PARTIDA:

Em 8 dos últimos 10 confrontos diretos, houve menos que 3 gols (under 2.5) na partida, feito que ocorreu em 4 dos últimos 5 jogos do Bahia na temporada.

O Bahia venceu seus últimos 3 confrontos diretos diante do Athletico-PR.

O Athletico-PR está invicto há 9 jogos na atual temporada.

Em 4 dos últimos 5 jogos do Bahia, houve 5 cartões ou mais (over 4.5) na partida, feito que ocorreu em 5 dos últimos 6 do Athletico.

Nas duas vezes em que Athletico e Bahia se enfrentaram em mata-mata, duas classificações rubro-negras: nas oitavas da Copa do Brasil de 2011 e nas quartas da Sul-Americana de 2018.

ÁRBITRO: Braulio da Silva Machado (SC/FIFA) - Média de cartões no Brasileirão: 5.85 amarelos/jogo; 0.15 vermelhos/jogo

TRANSMISSÃO: Amazon Prime Video

FORTALEZA X CEARÁ - Quarta, 22/6 - 20h

O Clássico-Rei tem times em situações opostas. O Leão do Pici tenta afastar de vez a crise que acometeu a equipe nas últimas semanas, enquanto o Vozão quer manter a invencibilidade. O tricolor aposta na rotação dos jogadores, na criatividade de seu meio-campo e, mais uma vez, na sua bola parada ofensiva. E quer resolver o problema das bolas em profundidade em sua defesa. Já o alvinegro é muito eficiente na bola parada defensiva e menos na ofensiva. Ambos vão bem nos contra-ataques. Vale ressaltar o contraste das fases das equipes: o Fortaleza tem dificuldades de segurar marcadores favoráveis quando sai a frente, enquanto o Vozão se notabilizou nos últimos jogos por sair de situações desfavoráveis para construir bons resultados.

FATOS SOBRE A PARTIDA:

Em 4 dos últimos 5 clássicos, houve 5 cartões ou mais (over 4.5) na partida, feito que ocorreu em 8 dos últimos 9 jogos da temporada alvinegra.

O Ceará está invicto nos últimos quatro clássicos diante do Fortaleza. O alvinegro não perde há 12 jogos, mas empatou seus últimos 3 duelos.

É o segundo mata-mata nacional entre Fortaleza e Ceará: o primeiro foi na terceira fase da Copa do Brasil de 2021, com empate por 1-1 na ida e vitória tricolor por 3-0 na volta.

Em 5 dos últimos 7 jogos do Fortaleza na temporada, houve menos que 3 gols (under 2.5), feito que ocorreu nos últimos 6 duelos do Ceará.

Os dois times não sofreram gols na atual Copa do Brasil. Porém, o Vozão fez 4 jogos, enquanto o Leão do Pici, apenas dois.

ÁRBITRO: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ/FIFA) - Média de cartões no Brasileirão: 5.86 amarelos/jogo; 0.29 vermelhos/jogo

TRANSMISSÃO: Amazon Prime Video

ATLÉTICO-MG X FLAMENGO - Quarta-feira, 22/6 - 21h30

O segundo round entre mineiros e cariocas, após vitória do Galo no Brasileirão, é um dos grandes duelos das oitavas. Os atleticanos mantêm suas características: jogo de posse de bola, força na bola parada, tanto na defesa quanto no ataque, e criação de chances através das individualidades. Por outro lado, têm problemas em segurar vantagens no placar. Os rubro-negros, por sua vez, tentam superar as feridas de um ambiente conturbado, apostando tudo em suas estrelas, muito no jogo aéreo e tentando ser mais eficiente no ataque. Além disso, precisam superar os erros individuais.

FATOS SOBRE A PARTIDA:

Em 5 dos últimos 6 confrontos diretos, houve 5 cartões ou mais (over 4.5) na partida, feito que ocorreu nos últimos 7 jogos do Atlético, e em 5 dos últimos 6 duelos do Flamengo.

Em 5 dos últimos 6 confrontos diante do Flamengo, o Atlético-MG marcou o primeiro gol da partida. Na atual temporada, o time rubro-negro sofreu o primeiro gol em 5 dos seus últimos 6 jogos.

O Atlético-MG está invicto nos últimos 3 jogos na temporada.

O Flamengo não vence o Atlético-MG em Belo Horizonte desde 2018, quando ganhou por 1 a 0 pelo Brasileirão. No Mineirão, a última vitória foi pelo Brasileirão-2009: 3 a 1.

Em 4 dos últimos 5 jogos do Atlético-MG, houve menos que 3 gols (under 2.5).

ÁRBITRO: Luiz Flávio de Oliveira (SP/FIFA) - Média de cartões no Brasileirão: 6.22 amarelos/jogo; 0.78 vermelhos/jogo

TRANSMISSÃO: Globo (MG, RJ e parte da rede), SporTV e Premiere

CORINTHIANS X SANTOS - Quarta-feira, 22/6 - 21h30

O clássico é um duelo de estilos. Os corintianos são mais sóbrios na criação de chances e eficientes ofensivamente e defensivamente, com um jogo de posse de bola e troca de passes. Porém, sofrem com a baixa agressividade, que não impede que rivais criem muitas oportunidades— problema compartilhado pelos santistas, que ainda sofrem muito com ataques pelos lados. A chave do duelo pode ser a eficiência do Corinthians no ataque, enquanto o Santos pode se dar bem ao apostar na individualidade de seus jogadores.

FATOS:

Em 9 dos últimos 10 clássicos entre Corinthians e Santos, houve menos que 3 gols (under 2.5) na partida, feito que ocorreu nos últimos nove duelos corintianos.

Nos últimos 8 clássicos entre Corinthians e Santos, houve menos que 5 cartões (under 4.5). Porém, houve 5 cartões ou mais (over 4.5) em 8 dos últimos 10 jogos corintianos e em 7 dos últimos 9 duelos santistas.

O Corinthians está invicto há 3 jogos na temporada, enquanto o Santos não perde há 5 duelos.

Em 4 dos últimos 5 jogos do Corinthians na temporada, o time marcou o primeiro gol e venceu no primeiro tempo.

O Santos sofreu gols em suas últimas 7 partidas. No ano, o Peixe só não foi vazado fora de casa em 4 dos 18 jogos que fez na temporada, sendo o último em maio, na Copa Sul-Americana.

ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (CE); Média de cartões no Brasileirão: 3.86 amarelos/jogo; 0.43 vermelhos/jogo

TRANSMISSÃO: Globo (SP e parte da Rede), SporTV e Premiere

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos