Copa do Catar: Dinamarca e Tunísia protagonizam o primeiro 0 a 0 da competição

A partida entre Dinamarca e Tunísia no Education City, em Al Rayyan, no Catar, foi de chances para os dois lados. Se no primeiro tempo foi a Tunísia quem chegou mais ao ataque, inclusive balançando as redes, em lance anulado por impedimento, a segunda etapa foi quando a Dinamarca encaixou melhor o time e foi com perigo ao ataque. Conseguiu colocar uma bola na trave, com Christensen, e teve gol de Skov Olsen anulado por impedimento.

Os goleiros Aymen Dahmen e Kasper Schmeichel se destacaram, com defesas que ajudaram a manter as redes sem balançar, incluindo uma defesa do tunisiano nos acréscimos.

O lance, nos acréscimos, ainda teve participação do árbitro de vídeo, que chamou o mexicano Cesar Ramos, árbitro de campo, para revisar possível lance de pênalti a favor da Dinamarca. Ele manteve a decisão e não marcou a penalidade, e a partida terminou em 0 a 0.

Essa é a primeira vez que o placar zerado aparece na Copa do Catar, que até então tinha tido ao menos dois gols por jogo, inclusive o elástico 6 a 2 entre Inglaterra e Irã.

Esse foi o primeiro jogo de Copa do Mundo em que o meio-campista Christian Eriksen defendeu a Dinamarca após um susto no ano passado: durante uma partida da Eurocopa, o camisa 10 desmaiou em campo, após uma parada cardíaca. As imagens foram impressionantes e os médicos chegaram a apontar que seria aquele o fim da carreira de Eriksen.

O jogador voltou a atuar pela seleção em março deste ano, em amistoso contra a Holanda, quando marcou até gol.

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado, dia 26. A Dinamarca enfrenta a atual campeã França, no Estádio 974, enquanto a Tunísia joga com a Austrália no Al Janoub.