Copa do Catar: Entenda por que Morgan Freeman usou uma luva na mão esquerda durante cerimônia de abertura

O ator Morgan Freeman, de 85 anos, foi uma das personalidades a participar da abertura da Copa do Mundo no Catar neste domingo (20). Com discurso sobre diversidade e união, ele foi criticado por participar do evento em um país com graves acusações de violação dos direitos humanos, mas também chamou a atenção por outro motivo: a luva que usou na mão esquerda.

Dos mesmos criadores de 'Dark': Quadrinista brasileira acusa série da Netflix de copiar sua HQ

Tudo da Copa: Veja datas, horários e adversários dos jogos do Brasil

A peça, no entanto, não é apenas um acessório. Trata-se de uma luva de compressão usada pelo ator desde 2008 para conter sequelas de um acidente de carro que fez o membro ser paralisado. O caso aconteceu no Mississippi, nos Estados Unidos, quando o veículo em que ele estava saiu da estrada, capotou várias vezes e caiu em uma vala. Freeman ficou gravemente ferido e foi levado de helicóptero ao hospital.

Na ocasião, ele perdeu o movimento da mão esquerda, mesmo após se submeter a uma cirurgia para tentar reparar os danos nos nervos. Desde então, o ator enfrenta problemas de circulação na região e usa a luva para impedir o acúmulo de sangue no local, além de evitar dores. "Mexemos a mão cerca de um milhão de vezes por dia. Se ela não se move, vai inchar", disse o artista à época.

Copa do Mundo: Maluma abandona entrevista após pergunta sobre direitos humanos no Catar

Dua Lipa nega que fará show na Copa do Mundo: 'Espero visitar o Catar quando cumprirem promessas de direitos humanos'

Além disso, Freeman também teve uma fratura no ombro esquerdo, que colaborou para o desenvolvimento de uma fibromialgia, síndrome crônica que causa dores fortes no corpo, fadiga, formigamento das mãos e dos pés e uma série de outros sintomas. O ator já chegou a dizer, inclusive, que o uso da maconha é a única coisa que alivia as suas dores.