Copa do Catar: ‘Não somos favoritos, mas vamos à luta’, diz Darwin Núnez sobre seleção do Uruguai

O Uruguai não é considerado favorito, mas está disposto a “lutar” durante a competição, tendo o jogo de estreia, contra a Coreia do Sul, como fundamental para descobrir até onde pode ir na Copa do Mundo do Catar. Essa é a opinião do atacante Darwin Núñez, do Liverpool, umas das esperanças de gols da equipe celeste.

— Viemos para cá e sabemos que não somos favoritos, mas que vamos à luta — afirmou o jogador durante a primeira entrevista coletiva no campus da Universidade de Nova Iorque, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, onde a celeste se prepara para a estreia da Copa do Mundo, no dia 24 de novembro, contra as sul-coreanas, pelo Grupo H, que ainda conta com Portugal e Gana.

Darwin, que vem de uma partida em que marcou dois gols pelo Liverpool neste fim de semana, pela Premier League, elogiou a seleção da Coreia do Sul.

— O primeiro jogo é o primeiro objetivo. [A Coreia do Sul] é um time muito forte. [...] É na Copa do Mundo (onde) todos os que estão lá são muito fortes, e nós também, por isso vamos para lutar — disse. — Queremos ir longe, nosso objetivo é ganhar a Copa do Mundo, mas, como eu disse, começamos com a primeira partida contra a Coreia e temos que pensar nisso.

O técnico Diego Alonso teve o elenco completo com os 26 jogadores convocados à sua disposição pela primeira vez nesta terça-feira, no único treino aberto à imprensa em Abu Dhabi, onde a celeste permanecerá até sábado, quando viajará para o Catar.

Porém, Edison Cavani e Ronald Araujo não treinaram no mesmo nível dos demais. O atacante, com um mal-estar no tornozelo direito, aqueceu com o resto do plantel e depois retirou-se para se exercitar sozinho com um auxiliar da comissão técnica.

O zagueiro, por sua vez, segue se recuperando de uma cirurgia a qual foi submetido no final de setembro devido a uma avulsão do tendão adutor longo da coxa direita, e sua presença na estreia, e ainda ao longo da primeira fase do torneio, é uma incógnita.

O defensor do Barcelona, de 23 anos, sofreu a lesão no dia 23 de setembro, aos 30 segundos de um amistoso entre Uruguai e Irã, na Áustria, e passou por cirurgia dias depois.