Copa do Catar: Saiba as seleções que mais renovaram seus convocados do Mundial de 2018 para o de 2022

Com todas as seleções já tendo anunciado os 26 jogadores que vão representar os países na Copa do Mundo, um número chama a atenção: a de maiores renovações entre os elencos comparados ao último Mundial. Ao todo, 24 seleções que estiveram na Rússia também estarão presentes no Catar e a Espanha e o Japão se destacam entre as maiores renovações: entre elas, apenas seis atletas permaneceram no elenco.

No caso da Espanha, os seis remanescentes são os laterais-direitos Cézar Azpilicueta e Dani Carvajal, o lateral-esquerdo Jordi Alba, o volante Sergio Busquets, o meia Koke e o atacante Marco Asensio. Já no Japão, são o goleiro Eiji Kawashima, o lateral-esquerdo Yuto Nagatomo, os zagueiros Maya Yoshida e Hiroki Sakai, o volante Wataru Endo e o atacante Takuma Asano.

O Brasil está em oitavo lugar na lista de renovações e leva nove atletas que disputaram a Copa do Mundo da Rússia para o Catar. São eles: os goleiros Alisson e Éderson, o lateral-direito Danilo, os zagueiros Thiago Silva e Marquinhos, os volantes Casemiro e Fred e os atacantes Neymar e Gabriel Jesus.

Do outro lado desta lista, Bélgica e Irão se destacam pelo motivo inverso e são as que menos tiveram renovação: as duas tem um total de 16 atletas que estiveram presentes na Rússia e seguiram na seleção para o Catar.

Maiores e menores renovações da Rússia para o Catar:

Espanha e Japão: seis remanescentes.

Argentina e Senegal: sete remanescentes.

Austrália, Croácia e Coreia do Sul: oito remanescentes.

Brasil e Marrocos: nove remanescentes.

Tunísia, Polônia, Arábia Saudita, México e Costa Rica, França e Portugal: dez remanescentes.

Dinamarca, Alemanha, Suíça: 11 remanescentes.

Inglaterra e Sérvia: 12 remanescentes.

Uruguai: 13 remanescentes.

Bélgica e Irã: 16 remanescentes.

E das que não foram para a Rússia?

Indo mais atrás neste levantamento, seis seleções não estiveram na Copa do Mundo da Rússia e estarão no Catar. Cinco deles, porém, estavam no Brasil em 2014: Holanda, Equador, Camarões, Gana e Estados Unidos.

Neste ranking, Holanda, Equador e Camarões tem apenas três atletas que estavam no Brasil; enquanto Gana tem dois e os Estados Unidos apenas um. Catar, por ser a primeira participação em Mundiais, não entra na lista.