Inter e Athletico avançam às semifinais da Copa do Brasil

Patrick comemora o gol do Inter no tempo regulamentar (Everton Pereira/O Fotografico/Gazeta Press)

Internacional elimina Palmeiras nos pênaltis

Após um jogo com muita polêmica nos acréscimos, o Internacional bateu o Palmeiras nos pênaltis (5 a 4) depois de vencer no tempo regulamentar por 1 a 0 e garantiu vaga nas semifinais, onde enfrentará o atual bicampeão da competição, o Cruzeiro.

O único gol no tempo regulamentar veio aos 40 minutos do primeiro tempo. Edenílson bateu da entrada da área e a bola desviou na zaga. No rebote, Patrick bateu e um desvio fez com que a bola passasse por cima do goleiro Everton.

Já nos acréscimos, o Inter conseguiu o que achava ser o gol da classificação. D’Alessandro bateu escanteio na área e Cuesta desviou para o gol, mas o árbitro anulou depois de checagem ao VAR por uma falta de Moledo em Felipe Melo.

Nos pênaltis, melhor para o . Pelo Internacional, Guerrero, Rafael Sobis, Edenílson, Rodrigo Lindoso, Nonato marcaram e Patrick perdeu. Do lado do Palmeiras, Bruno Henrique, Diogo Barbosa, Luan, Willian marcaram e Gustavo Gomez e Moisés perderam

Athletico elimina Flamengo em terceiro jogo de Jesus

Jogando fora de casa, o Athletico levou a melhor nos pênaltis (3 a 1) contra o Flamengo após mais um empate por 1 a 1 e causou a primeira eliminação do Rubro-Negro na Era Jorge Jesus. Com a classificação, o time paranaense enfrentará o Grêmio nas semifinais da Copa do Brasil.

No Maracanã, gols apenas no segundo tempo. Aos 16, Vitinho fez boa jogada e cruzou na área. Everton Ribeiro ajeitou e Gabigol chegou antes da zaga para desviar para o gol. Aos 31, quando o Flamengo era melhor, Bruno Nazário encontrou Rony sozinho. O meia entrou na área e bateu cruzado para vencer Diego Alves e empatar o jogo.

Nos pênaltis, o Athletico levou a melhor. Pelo Flamengo, Cuellar marcou, enquanto Diego, Vitinho e Everton Ribeiro perderam. Pelo Athletico, Jonathan, Lucho e Bruno Guimarães marcaram e Bruno Nazário perdeu.

Cruzeiro perde, mas avança na Copa do Brasil

Pelo quarto ano seguido, o Cruzeiro está nas semifinais da Copa do Brasil. No Independência, a Raposa perdeu por 2 a 0 para o Atlético, mas como venceu a partida de ida por 3 a 0, garantiu a vaga na próxima fase da competição. O rival sairá do duelo entre Internacional e Palmeiras, que venceu por 1 a 0 em São Paulo na ida.

O Atlético abriu o placar aos 34 minutos do primeiro tempo, quando Fábio Santos ajeitou bola vinda de cruzamento e Juan Cazares bateu no canto, sem chances para Fábio. Ao passar do confronto, o Galo ainda forçou boas defesas de Fábio e acertou o travessão.

Aos 18 do segundo, o Cruzeiro chegou a marcar com Pedro Rocha, mas o gol foi anulado por causa de uma falta de Marquinhos Gabriel em Fábio Santos. Na comemoração do tento, Alerrandro e David se desentenderam por causa de um gesto de Pedro Rocha e acabaram expulsos.

Já nos acréscimos, o Galo chegou ao segundo gol. A zaga do Cruzeiro cortou um cruzamento e a bola sobrou para Patric, que arriscou de longe e acertou o ângulo de Fábio.

Grêmio vence em Salvador e elimina Bahia

Após um empate na Arena, o Grêmio bateu o Bahia por 1 a 0 na Arena Fonte Nova e garantiu sua classificação para as semifinais da Copa do Brasil, onde enfrentará o vencedor do confronto entre Athletico e Flamengo, que empataram por 1 a 1 no Sul no jogo de ida.

Depois de um primeiro tempo em que ambos os times tiveram problemas para chegar ao gol, o Grêmio abriu o placar aos 18 minutos do segundo tempo. Matheus Henrique passou para Alisson, que deixou para trás dois marcadores e bateu rasteiro para vencer Douglas.

Mais tarde, o Grêmio achou que teria um pênalti, mas após revisão do VAR, o árbitro confirmou que Moisés tinha derrubado Alisson fora da área e acabou expulsando o lateral do Bahia.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes