Copa do Mundo: Quem é Xavi Simons, holandês de 19 anos apontado por agente de Haaland como grande aposta para o futuro

O roteiro é bem conhecido: uma revelação do futebol surge já na pré-adolescência. Aos 11, 12 anos, vídeos que demonstram a habilidade da criança viralizam e uma expectativa acima do normal é criada. Quando o jogador chega ao profissional, a decepção. Por alguns anos, o holandês Xavi Simons, de 19 anos, parecia que seguiria esse caminho. Mas após anos na categoria de base do Barcelona e uma transferência para o Paris Saint-Germain aos 16 anos, foi no seu país natal que o atacante se encontrou este ano, lhe rendendo uma surpreendente convocação para a Copa do Mundo.

Filho do ex-jogador holandês Regillio Simons, o meia já nasceu de olho no campo: seu nome é uma homenagem ao ex-meia e atual treinador do Barça, Xavi Hernandez. Com apenas sete anos, já realizou o sonho do pai e começou a jogar em La Masia, a categoria de base do Barcelona. Há quatro anos, quando ainda estava no sub-15, ele era considerado a principal joia do clube.

Copa, cabelo e bigode: Você reconhece um jogador olhando os cabelos?

Seleção: Por que treinos têm chamado a atenção por lances duros?

O jogador era representado pelo famoso empresário Mino Raiola, agente dos principais atletas. Raiola, morto em abril deste ano, chegou a citar Simons com uma das principais apostas do futebol. Não por acaso, com 15 anos ele já tinha mais de 1 milhão de seguidores no Instagram, número que dobrou nos anos seguintes. No Barça, chegou a conviver com Neymar. Em entrevista recente ao canal NOS, chegou a dizer que achava que o craque da seleção o via como um "irmão menor".

Em 2019, com apenas 16 anos, entretanto, Simons decidiu deixar o Barça e foi contratado pelo Paris Saint-Germain, já de olho na transição para o profissional. Desde então, quase tudo pareceu dar errado para o meia, que arriscou se tornar uma "eterna promessa". No estrelado elenco do clube francês, Simons acabou esquecido. Foram 11 jogos pelo Paris Saint-Germain, incluindo a estreia aos 17 anos e nenhum gol.

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Simulador: Você decide quem será campeão da Copa

Neste ano, entretanto, tomou uma decisão que mudou o que parecia ser seu destino: deixou Paris e voltou para seu país, para jogar pelo PSV Eindhoven. Nesta temporada, em 19 jogos, já marcou nove gols e deu três assistências, o que lhe rendeu uma convocação para a Copa, apesar de nenhuma convocação anterior. Em agosto, após mais uma boa atuação, Simons foi às redes sociais e publicou imagens de suas comemorações e uma legenda conhecida para brasileiros, indicando que o clima de sua carreira é bem mais alegre do que o que parecia há seis meses: "Eu parado no bailão".

De decepção no começo do ano, Simons se tornou um dos atletas que podem ser uma das principais revelações da Copa, caso tenha chances com Van Gaal, destaque que pode render até mesmo um retorno ao Paris Saint Germain, que vendeu o atleta ao PSV mas com uma cláusula que determina um preço fixo caso o clube queira comprar a revelação novamente.