Copa para leigos: EXTRA responde 15 dúvidas sobre o Mundial para quem não entende nada de futebol

A contagem regressiva está perto do fim. No domingo, começa a Copa do Catar. Como é um dos maiores eventos do mundo, a Copa do Mundo atrai não só fãs de futebol, mas telespectadores das mais diferentes culturas, costumes e gostos, o que acaba fazendo com que muitas pessoas que não acompanham o esporte durante o ano comecem a buscar mais informações sobre o momento das seleções e também da competição. Por isso, o EXTRA respondeu 15 dúvidas sobre o mundial do Catar pensando nos leigos, ou seja, pessoas que não entendem absolutamente nada de futebol.

Se fosse no mundo da música, a Copa do Mundo seria o Grammy Awards. Já se o assunto fosse a indústria do cinema, o mundial seria equivalente ao Oscar. A competição do Catar reunirá os melhores jogadores das principais seleções do mundo.

A Copa do Mundo do Catar é composta por cinco fases. Primeiro, acontece a fase de grupos. Nela, 32 times são divididos em oito grupos (do A até o H) de quatro.

Dessa forma, a fase de grupo tem três rodadas, com times do mesmo grupo se enfrentando entre si. As duas seleções que tiverem as maiores pontuações passam para as oitavas de final, fase eliminatória — popularmente conhecida como mata-mata.

A partir das oitavas de final, a seleção que perder um jogo está fora da Copa do Mundo. Quem vence, passa para as quartas, onde restam os oito melhores times. Depois, os quatro vencedores avançam para a semifinal. Daí, surgem os dois finalistas que disputarão o grande título da Copa do Mundo.

O primeiro confronto do Brasil será contra a Sérvia, no dia 24, às 16h do horário de Brasília. A seleção de Tite encara ainda a Suiça no dia 28, às 13h, e Camarões, no dia 2 de dezembro, às 16h.

Caso se classifique na fase de grupos, a seleção brasileira joga no dia 5, se passar na primeira colacação da fase de grupos, ou em 6 de dezembro, caso fique em segundo lugar.

A final da Copa do Mundo será no dia 18 de dezembro, um domingo, às 12h (horário de Brasília) no Estádio de Lusail.

Na fase de grupos, as partidas da Copa do Mundo serão às 07h, 10h, 12h, 13h e 16h. Já nas oitavas, quartas e semifinais, os jogos serão ao meio-dia e às 16h.

Com os jogos acontecendo majoritariamente em dias de semana e horários comerciais, o trabalhadores já se perguntam se serão liberados em dias de jogo do Brasil. A resposta é que tudo depende do que é acordado.

Legalmente, os dias de partidas da seleção brasileira durante o torneio não são considerados feriados, mas as empresas têm liberdade para liberar seus funcionários ou adaptar os horários de expediente. Em alguns casos, quem quiser sair mais cedo para acompanhar as partidas pode compensar o período não trabalhado no banco de horas, por exemplo.

Na cidade do Rio, o prefeito Eduardo Paes determinou a redução do expediente para os funcionários público nos dias de jogos da seleção. Nos três primeiros duelos, marcadas para 16h e 13h, as repartições municipais só funcionarão de 8h às 12h e 8h às 11h, respectivamente.

A nível federal, o Ministério da Economia definiu as regras para o expediente dos servidores federais em dias de jogos. Segundo o governo, nos dias em que a partida da seleção brasileira acontecer às 12h, não haverá expediente; quando o Brasil jogar às 13h, funcionários serão dispensados às 11h; em dias de jogos às 16h, o trabalho será encerrado às 14h.

O Grupo Globo detém os direitos de transmissão da Copa do Mundo em todas as mídias. Por isso, os jogos da Copa do Mundo poderão ser vistos na Globo (TV aberta), SporTV (TV fechada) e no Globoplay (Streaming).

No entanto, como a emissora abriu mão da exclusividade nos direitos de transmissão na internet, o streamer Casimiro adquiriu o direito de transmitir 22 jogos do Mundial em seu canal na Twitch (@casimito), sendo um desses a abertura, a final, e todos os jogos da seleção brasileira.

Durante os quatro anos que separam uma Copa da outra, a taça original do Mundial é mantida na sede da Fifa, na Suíça. Por isso, a seleção vencedora mantém o troféu apenas temporariamente após a final da competição. Depois, ela recebe uma réplica que representa a edição disputada, banhada a ouro e, com a gravação do ano do torneio, do país anfitrião e do campeão.

E sim, a taça da Copa do mundo é confeccionada em ouro maciço. Desenhada em 1974, ela pesa 6,14kg. Uma curiosidade é que o troféu original só pode ser tocado por campeões mundiais e chefes de Estado.

Desenvolvida pela Adidas, fornecedora oficial de material esportivo da Copa, a bola oficial da competição se chama Al Rihla. A nova pelota tem detalhes inspirados na arquitetura, bandeira e nos barcos cataris e promete inovações tecnológicas que facilitem uma trajetória mais rápida no ar.

La'eeb, que significa "jogador habilidoso" em árabe, é um simpático lenço de cabeça masculino, tradicional na cultura árabe. Ele foi apresentado pela Fifa em abril, no sorteio dos grupos da Copa.

No Catar, país sede da Copa, o artefato recebe o nome de Ghutra. O de cor branca, como o escolhido pela Fifa, significa pureza.

A partir do momento que a bola rola, tudo pode acontecer. Mas sem dúvidas, o Brasil é um dos grandes favoritos para conquistar a Copa do Mundo. Sob o comando do técnico Tite e com o brilho de Neymar — embora esteja constantemente envolvido em polêmicas extracampo, a importância do camisa 10, que é um dos melhores jogadores do mundo, é imensurável —, a seleção brasileira chega no Catar com o time mais forte e preparado das últimas três copas, pelo menos.

Além do Brasil, outras duas seleções chegam no Catar como as principais candidatas ao título mundial. Na primeira prateleira, junto da seleção brasileira, está a Argentina. Sob o comando de Messi, a "Scaloneta", como ficou conhecida a seleção argentina — o nome é em alusão ao técnico Lionel Scaloni —, não perde desde 2019. Ao todo, são 36 jogos de invencibilidade e um título de Copa América conquistado em pleno Maracanã, em 2021.

Já a França, atual campeã, manteve praticamente toda a geração que venceu a Copa da Rússia em 2018. Por um lado, o técnico Didier Deschamps ganhou o acréscimo de Karim Benzema, melhor jogador do mundo na última temporada, que voltou a seleção depois de ficar fora por problemas extracampo. Por outro, a equipe perdeu os meias Kanté e Pogba, dois dos principais jogadores e que podem fazer falta.

As vagas para a Copa do Mundo são decididas depois das seleções disputarem uma competição eliminatória dentro de seu continente, sendo que cada um tem determinado número de vagas. Por exemplo, a Europa tem direito à 13 vagas diretas para a Copa do Mundo, enquanto a América do Sul tem direito à quatro vagas diretas. Já o país sede do mundial tem direito à vaga automática.

O país sede da Copa de 2022 foi escolhido pela Fifa em dezembro de 2010, quando conquistou a votação dos executivos da Fifa e derrotou propostas dos EUA, Coreia do Sul e Japão na brigada para sediar o torneio. Esta vai ser a primeira competição realizada no fim do ano e em um país do Oriente Médio.

O Catar foi acusado de ter subornado funcionários da entidade para conseguir a seleção. Uma investigação, no entanto, inocentou os dirigentes do país.

Dessa forma, criou-se a necessidade da Copa ser realizada entre novembro e dezembro por conta das altas temperaturas que afetam o Catar durante o meio do ano, quando costuma acontecer o mundial.

A pequena península do golfo pérsico, com pouco mais de 11 mil km², é o menor país a sediar a competição. Com costumes locais e questões religiosas muito diferentes das práticas dos torcedores de outro país, será preciso cuidado e atenção para não infringir nenhuma regra. A Fifa já garantiu, em comunicados oficiais, que nos estádios e nas áreas destinadas a turistas, valerão as regras que respeitam os direitos humanos, e que todos são bem-vindos, mas ressaltou a necessidade de respeitar a cultura local.

As principais recomendações são referentes a vestimentas, comportamento em público e bebidas alcoólicas. O álcool será proibido dentro dos estádios. Os torcedores só poderão comprar e beber em locais específicos e licenciados – como hotéis e restaurantes – horas antes dos jogos e uma hora depois do fim da partida.

Também é proibido entrar com álcool no Catar. Os torcedores devem evitar levar bebidas alcoólicas dos seus países de origem ou comprar no aeroporto para evitar o confisco na chegada ao país.

A organização local também informou que haverá tendas de sobriedade para que os torcedores que exagerarem na bebida alcoólica fiquem sóbrios antes de serem liberados.

As pessoas poderão usar roupas da sua escolha. Mas recomenda-se que os visitantes cubram os ombros e os joelhos ao visitar locais públicos, como museus e outros prédios governamentais. Roupas de banho são permitidas nas praias e piscinas do hotel. Dentro dos estádios não será permitida a retirada das camisas por parte dos torcedores.

Além disso, demonstrações públicas de afeto não são permitidas no Catar e a organização pede que os torcedores respeitem a cultura local. O país também considera ilegal a homossexualidade.

No entanto, recentemente, o diretor executivo do Qatar 2022, Nasser Al Khater, afirmou que os visitantes homossexuais serão bem-vindos ao país e poderão se sentir seguros. Além disso, andar de mãos dadas será permitido.