Copa pelo celular: veja aparelhos com boas condições de som e imagem para curtir os jogos e saiba como escolher

A Copa do Mundo tradicionalmente leva milhares de torcedores às lojas em busca de televisões novas para garantir o melhor som e imagem para assistir às partidas. O histórico deve se manter esse ano, principalmente por uma coincidência inédita: o torneio mundial começa no dia 20 de novembro, cinco dias antes da Black Friday, que também historicamente registra altas vendas de televisores. Mas esse ano outro tipo de produto deve se destacar: os celulares.

Para a Câmara Brasileira de Economia Digital (camara-e.net), o setor de smartphones deve bater recordes de vendas no período, com descontos em média entre 20% e 50%. Representante do Comitê de Métricas da entidade, Gerson Rolim afirma que a dobradinha da competição com as promoções do dia 25 devem ser a chance de comprar um celular melhor, principalmente por consumidores de renda mais baixa.

– Teremos uma 'Copa dos smartphones'. Pesquisas com os consumidores mostram que a quantidade de celulares vendidos será grande, principalmente para aquele torcedor que não terá uma TV por perto para acompanhar os jogos, então vai investir num smartphone turbinado. É a chance de fazer um upgrade de aparelho para ver os jogos na melhor tela possível – avalia.

Rolim também afirma que, apesar de problemas na indústria por conta da Guerra na Ucrânia, por exemplo, o setor está aquecido:

– Existe uma sensação de que os problemas que o Brasil enfrenta podem impactar negativamente nas vendas, mas com relação a comércio eletrônico estamos muito otimistas, mesmo nessa ressaca da pandemia e nesse momento de guerra na Europa que impacta o mundo inteiro, principalmente em relação a componentes eletrônicos. Temos números interessantes.

Dados da consultoria em Varejo GFK apontaram que, em setembro, celulares de até R$ 1,2 mil concentraram o interesse dos consumidores, respondendo por 45,2% das vendas – o volume, segundo a pesquisa, é 27% maior do que o registrado em setembro de 2021. Quando observados os smartphones de até R$ 2 mil, a fatia dos vendidos foi de 74,2%.

A tendência deve se manter. Segundo Rolim, pesquisas do setor têm apontado uma procura por aparelhos com preços entre R$ 2 e R$ 3 mil.

Segundo Rolim, da camara-e.net, outra “coincidência” que pode impulsionar a procura por celulares é o início da implantação da rede 5G. No início de outubro, todas as capitais do país passaram a ter a conexão. O cronograma segue agora para as cidades com mais de 500 mil habitantes e nas regiões metropolitanas.

– Ainda não conseguimos falar em números pela falta de pesquisas, mas já vemos um aumento no varejo – afirma.

Para uma boa experiência na hora de assistir os jogos, Andre Gildin, da consultoria de Inovação e Transformação Digital RKKG, lembra que há necessidade de uma boa conexão. Por isso, ao escolher um modelo, o consumidor deve se atentar se ele é ou não compatível com a tecnologia 5G e se há cobertura na cidade onde vive:

– Ainda há muitas sombras, muitos buracos de cobertura, então o usuário deve entender se a cidade dele tem uma boa cobertura. Um caminho é questionar a operadora ou pesquisar mais profundamente no site da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que mostra a distribuição da cobertura.

Gildin explica ainda que os usuários também precisam pensar no pacote de dados contratado com a operadora, principalmente aqueles que irão assistir os jogos no deslocamento.

– É plenamento possível assistir as partidas no 4G. Claro que não vai ser a mesma qualidade do 5G, pode travar aqui ou ali, mas é possível. O importante é se atentar ao pacote. Sabemos que ver jogos pela internet consome muitos dados, então esse usuário precisa entender se o pacote contratado é suficiente ou se ele terá uma despesa extra – alerta.

Já em relação aos detalhes técnicos de cada modelo, Gildin afirma que questões como o tamanho da tela dependem da preferência de cada consumidor:

– Hoje temos basicamente três tipos: as menores, intermediárias e as plus. Em todos os casos é possível assistir com qualidade. Escolher, então, é uma questão de gosto, já que o aparelho não será usado apenas para assistir os jogos, mas também para tirar foto, falar no telefone, usar as redes sociais.

Ele recomenda sobretudo que, antes de comprar pela internet, por exemplo, o consumidor vá até numa loja presencialmente para poder ter a experiência de resolução de tela do aparelho, por exemplo:

– É preciso ir numa loja, pegar na mão o aparelho, abrir um vídeo, tirar uma foto. Ter a experiência e tirar as dúvidas com o vendedor, comparar com outros modelos. O consumidor mais regular não entende muito de tecnologia, então é muito mais fácil traduzir isso na experiência do que na sopa de letrinha das especificações técnicas.

Motorola

- Motorola edge 30 5g 256GB

Compatível com a tecnologia 5g, o aparelho tem tela OLED de 6,5 polegadas FHD+, com taxa de atualização de 144 Hz, som Dolby Atmos® e processador Snapdragon® 778G+ 5G. Além disso, o smartphone tem um efeito de cores, que mudam conforme a inclinação do aparelho.

Loja oficial: R$ 1.979,10 (à vista)

Magalu: R$ 1.999 (via Pix) ou R$ 2.221,10 (em até 10x sem juros)

Ponto: R$ 2.374,05 (à vista ou em até 10x sem juros)

Casas Bahia: R$ 2.374,05 (à vista ou em até 10x sem juros)

Americanas: R$ 2.159,10 (via Pix) ou R$ 2.399 (em até 8x sem juros)

Casa&Vídeo: -


- Motorola moto g82 5G 128GB

Com tela OLED de 6,6 polegadas, o modelo tem contraste infinito de pretos aprofundados, tons escuros mais intensos e mais de 1 bilhão de tonalidades de cores. A imagem fica ainda mais fluida com a taxa de atualização de 120 Hz do aparelho. O celular também tem dois alto-falantes estéreo com Dolby Atmos® e processador Snapdragon® 695.

Loja oficial: R$ 1.799,10 (à vista)

Magalu: R$ 1.781,10 (via Pix) ou R$ 1.979 (em até 10x sem juros)

Ponto: R$ 1.799,00 (em até 12x sem juros)

Casas Bahia: R$ 1.840,47 (via Pix) ou R$ 1.979 (em até 10x sem juros)

Americanas: R$ 1.633,14 (à vista) ou R$ 1.899 (em até 8x sem juros)

Casa&Vídeo: -

Xiaomi

- Redmi Note 11 128GB

O modelo tem tela de 6,43 polegadas AMOLED FHD+, com alta taxa de atualização de 90Hz. A tela retroiluminada oferece o máximo em brilho, contraste, calibragem de cor e resolução. O processador é Snapdragon® 680Octa-core. Além disso, o aparelho tem dois alto-falantes, no topo e na parte inferior, com som estéreo e equilíbrio.

Loja oficial: R$ 2.391,99 (à vista)

Magalu: -

Ponto: R$ 2.189 (à vista ou em até 10x sem juros)

Casas Bahia: -

Americanas: -

Casa&Vídeo: -

- Redmi 10 128GB

O celular tem tela FHD+ de 6.5 polegadas com DotDisplay e taxa de atualização de 90Hz. Com o recurso adaptiveSync todo conteúdo que você estiver assistindo, se adapta automaticamente à taxa de frames ideal, melhorando a qualidade visual e economizando a vida útil da bateria. Além disso, alto falantes duplos têm som estéreo.

Loja oficial: R$ 1.839,99 (à vista)

Magalu: -

Ponto: -

Casas Bahia: -

Americanas: -

Casa&Vídeo: -

Samsung

- Galaxy M53 5G 128GB

Equipado com display de 6,7 polegadas FHD+ Super AMOLED Plus, o modelo tem atualização de 120 Hz, que possibilita experiência com menos desfoque e mais contraste vívido. Além disso, o modelo tem sistema de áudio Dolby Atmos e processador Octa-Core

Loja oficial: R$ 1.574,10 (à vista)

Magalu: R$ 1.529,10 (via Pix) ou R$ 1.699 (em até 10x sem juros)

Ponto: R$ 1.529,10 (via Pix) ou R$ 1.699 (em até 10x sem juros)

Casas Bahia: R$ 1.499 (via Pix) ou R$ 1.665,56 (à vista ou em até 10x sem juros

Americanas: R$ 1.499 (à vista) ou R$ 1.665,56 (em até 8x sem juros)

Casa&Vídeo: -

- Galaxy A73 5G 128GB

Celular tem tela expansiva Infinity-O de 6,7 polegadas e taxa de atualização de 120 Hz4 do A73 5G. O sistema de sol é o Dolby Atmos e o processador, Snapdragon 778G 5G5 de 6 nm.

Loja oficial: R$ 1.979,10 (à vista)

Magalu: -

Ponto: R$ 1.979 (à vista) ou R$ 2.199 (em até 10x sem juros)

Casas Bahia: R$ 1.979 (à vista) ou R$ 2.199 (em até 10x sem juros)

Americanas: -

Casa&Vídeo: -

*A Apple foi procurada, mas não enviou opções. A Asus informou que não tem modelos de até R$ 2,5 mil. Os preços apurados foram os encontrados nos sites das varejistas em 11/11.