Cópia rara da Constituição dos EUA pode valer R$ 106 milhões

·1 minuto de leitura
Página da cópia rara da Constituição norte-americana
Renda proveniente da venda será usada em prol da Fundação Dorothy Tapper Goldman
(AFP/ Ed JONES)

 

  • Cópia extremamente rara da Constituição dos EUA será vendida pela Sotheby's

  • Valor pode chegar a R$ 106 milhões - que serão doados 

  • A impressão está em posse de Dorothy Tapper Goldman e é a única a estar em mãos particulares

A venda de uma cópia impressa extremamente rara da Constituição dos Estados Unidos pode chegar a R$ 106 milhões. O documento é da primeira edição oficial da Lei e foi aprovada pelos fundadores do país em uma convenção na Filadélfia em 1787.

A responsável pela venda é a Sotheby’s, renomada casa de leilão. Em meados novembro, os compradores interessados poderão adquirir a declaração, que é uma de somente 11 cópias existentes e a única ainda em mãos particulares.

Leia também:

Quem está em posse da raridade é Dorothy Tapper Goldman, esposa de S. Howard Goldman, que a adquiriu em 1988 por US$ 165 mil – correspondentes à R$ 878 mil. O falecido empreendedor de Nova York colecionava uma série de documentos históricos, autografados e manuscritos.

Agora, Dorothy deseja usar a renda proveniente da venda para ajudar a fundação de caridade criada em seu nome com o objetivo de ampliar o entendimento do público sobre a democracia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos